Papa aprova milagre atribuído ao cardeal Newman

Aprovados também o martírio de Häfner e de vários sacerdotes espanhóis

| 3241 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 3 de julho de 2009 (ZENIT.org).- A Santa Sé deu a conhecer hoje a aprovação, por parte do Papa, de 12 novos decretos apresentados pela Congregação para as Causas dos Santos: 4 de milagres, 4 de martírios e 4 de virtudes heroicas.

Entre eles, destaca-se o milagre atribuído ao cardeal John Henry Newman, assim como o martírio do sacerdote alemão Georg Häfner, morto no campo de concentração de Dachau em 1942.

Destacam-se também os martírios de 6 sacerdotes espanhóis durante a perseguição religiosa de 1936 e o do bispo de Esztergom, Dom Meszlényi, morto em 1951.

Foram aprovados os milagres de:

-Beata Cándida Maria de Jesús Cipitria y Barriola (1845-1912), espanhola, fundadora da Congregação das Filhas de Jesus, nascida em Andoáin e falecida em Salamanca (Espanha).

-Servo de Deus John Henry Newman (1801-1890), inglês, cardeal e fundador dos Oratórios de São Felipe Néri, nascido em Londres e falecido em Edgbaston (Inglaterra).

-Servo de Deus Angelo Paoli (1642-1720), italiano, sacerdote professo da Ordem dos Carmelitas da Antiga Observância; nascido em Artigliano e falecido em Roma.

-Serva de Deus Maria Alfonsina Danil Ghattas (1843-1927), palestina, cofundadora da Congregação das Irmãs Dominicanas do Santíssimo Rosário de Jerusalém, nascida em Jerusalém e falecida em Ain Karem.

Foram aprovados os martírios de:

-Servo de Deus José Samsó i Elías (1887-1936), espanhol, sacerdote diocesano, pároco e arcipreste de Santa María de Mataró; nascido em Castellbisbal e assassinado por ódio à fé durante a perseguição religiosa na Espanha em 1936.

-Servo de Deus Teófilo Fernández de Legaria Goñi e 4 companheiros, espanhóis, sacerdotes professos da Congregação dos Sagrados Corações (PICPUS), assassinados por ódio à fé durante a perseguição religiosa na Espanha em 1936.

-Servo de Deus Georg Häfner (1900-1942), alemão, sacerdote diocesano, nascido em Würzburg e assassinado por ódio à fé no campo de concentração de Dachau.

-Servo de Deus Zoltan Lajos Meszlényi (1892-1951), húngaro, bispo titular de Sinope e auxiliar de Esztergom, nascido em Hatvan e assassinado por ódio à fé em Kistárcsa. 

Foram aprovadas as virtudes heroicas de: 

-Servo de Deus Engelmar Unzeitig (1911-1945), alemão, sacerdote professo da Congregação dos Missionários de Mariannhill, nascido em Greifendorf e falecido em Dachau.

-Serva de Deus Anna María Janer Anglarill (1800-1885), espanhola, fundadora do Instituto das Irmãs da Sagrada Família de Urgell, nascida em Cervera e falecida em Talarn.

-Serva de Deus Maria Serafina do Sagrado Coração de Jesus Micheli (1849-1911), italiana, Fundadora do Instituto das Irmãs dos Anjos, nascida em Imèr (Trento, então Império Austro-húngaro) e falecida em Faicchio.

-Serva de Deus Teresa Manganiello (1849-1876), italiana, leiga da Ordem Terciária de São Francisco, nascida e falecida em Montefusco.