Papa convida a combater causas do tráfico sexual de mulheres e crianças

Em muitas ocasiões, submetidos a abusos sexuais

| 1290 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 16 de maio de 2008 (ZENIT.org).- Bento XVI convidou os católicos a se comprometerem seriamente na luta contra o tráfico de mulheres e crianças, freqüentemente vítimas de abusos sexuais, na missão que deixou esta sexta-feira aos bispos da Tailândia, que visitaram o pontífice por ocasião de sua visita «ad limina apostolorum», que realizam a cada 5 anos.

Empresários inescrupulosos fizeram da Tailândia uma das metas do «turismo sexual», que oferece a prostituição de mulheres e crianças como elemento de atração.

O Papa manifestou aos bispos seu apreço pelos «esforços de toda a comunidade católica da Tailândia por sustentar a dignidade de toda vida humana, especialmente a mais vulnerável».

«Algo que vos preocupa de modo particular é o flagelo do tráfico de mulheres e crianças, e a prostituição – reconheceu o Papa –. Sem dúvida, a pobreza é um fator que está na base deste fenômeno e neste sentido sei que se fez muito graças aos programas de desenvolvimento da Igreja».

Mas o bispo de Roma assinalou outro aspecto «que há que ser reconhecido e enfrentado conjuntamente para acabar com eficácia esta aborrecedora exploração humana»: «a banalização da sexualidade nos meios de comunicação e no mundo do espetáculo que alimentam o declínio dos valores morais e conduzem à degradação da mulher, a debilitar a fidelidade matrimonial e ao abuso das crianças».