Papa enviou saudação especial a Portugal

No cinquentenário do Santuário de Cristo Rei em Almada

| 1055 visitas

ROMA, segunda-feira, 18 de maio de 2009 (ZENIT.org).- Nesse domingo, após a oração do Regina Coeli com os peregrinos reunidos na praça de São Pedro, Bento XVI enviou uma saudação especial para Portugal.

É que em Almada, diocese de Setúbal, celebra-se o cinquentenário da inauguração do Santuário de Cristo Rei.

Para a celebração, o Papa havia designado seu enviado especial o cardeal José Saraiva Martins, que presidiu à missa na tarde de ontem no Santuário.

O Papa falou em sua saudação: “Lá erguido bem alto, bem visível, o Redentor divino com o coração e os braços abertos é oferta de paz à humanidade”.

“Bem o sabe o povo português que, há cinquenta anos, se uniu para levantar aquele memorial de paz, por graça recebida em atenção à sua consagração ao Imaculado Coração de Maria”, afirmou o pontífice.

Bento XVI elevou “uma súplica ardente a Cristo Rei por um Portugal melhor, fiel na fé católica, fértil na santidade, próspero na economia, justo na partilha da riqueza, fraterno no desenvolvimento, alegre no serviço público”.

A todos –prosseguiu o Papa– “abençoo e exorto a perseverar na referida consagração à Virgem Mãe, que arrasta os corações, como ninguém mais sabe fazer, e lança-os nos braços da misericórdia do Senhor”.

Parceria

Ontem também foi assinado em Almada o contrato de geminação entre o Santuário Cristo Rei e o Santuário Cristo Redentor do Corcovado (Rio de Janeiro, Brasil).

O arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta e o bispo de Setúbal, Dom Gilberto Délio Canavarro dos Reis, estabelecem que os dois santuários se comprometem à divulgação mútua para os peregrinos, além da troca de publicações pastorais e celebrações em conjunto.

Haverá ainda, visitas periódicas de delegações representantes dos mesmos, fortalecendo o turismo religioso.