Papa Francisco consagrará o mundo ao Coração de Maria nesse domingo

Programa da Jornada Mariana e significado da consagração que o Papa fará no domingo 13 de outubro

Brasília, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 1094 visitas

A Jornada Mariana – que toda a Igreja está convidada a participar nos dias 12 e 13 de Outubro, por ocasião do Ano da Fé – contará com a presença da principal imagem da Capelinha das Aparições do Santuário de Fátima em Portugal. Imagem essa que traz na coroa de Nossa Senhora, a bala que feriu o Papa João Paulo no dia 13 de maio de 1981.

O programa oficial da Jornada foi divulgado hoje por Mons. Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a promoção da Nova Evangelização.

Programa

Sábado 12

Pela manhã: peregrinação à tumba de Pedro.

Pela tarde: catequese do Papa Francisco.

15:00 (10:00 no Brasil) – Momento de reflexão e acolhida dos peregrinos na Praça de São Pedro.

16:00 (11:00 no Brasil) – Começará a peregrinação da imagem de Nossa Senhora pelos vários setores da Praça de São Pedro. O peregrinos levarão lenços brancos para saudar a imagem

17:00 (12:00 no Brasil) – O Santo Padre Francisco receberá a imagem da Virgem e pronunciará a sua mensagem mariana.

Depois de um momento de oração, a imagem será levada ao santuário do Divino Amor, onde se rezará o terço em conexão com diversos santuários no mundo, seguido de uma vigília de oração que se prolongará durante toda a noite.

Nove santuários estarão conectados ao vivo para a oração do terço e o começo da vigília.

Da América latina: Aparecida no Brasil, e Lujan na Argentina. Da Europa: Lourdes na Francia e Czestochowa na Polônia e Banneux na Bélgica. Além de Nazaré em Israel, Nairobi na Kenya, Akita no Japão, Vailankanny na India e Washington (EEUU).

Domingo 13

Pela manhã: a imagen de Nossa Senhora retorna ao Vaticano para peregrinar pela praça.

9:30 (4:30 no Brasil) – Santa missa presidida pelo santo padre. Ao final da mesma o Papa consagrará o mundo à Nossa Senhora, e terminará com o Angelus.

Sobre a consagração do mundo à Nossa Senhora e as conexões com os vários santuários

O director da universidade “Marianum”, em Roma, padre Salvatore Perrella, disse em entrevista a ZENIT que não é a primeira vez que um Papa consagra o Mundo à Nossa Senhora, ainda que é a primeira vez que um Papa se consagra à Nossa Senhora.

Mons. Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a promoção da Nova Evangelização, respondendo à uma pergunta de ZENIT durante a coletiva de imprensa de hoje, destacou que interpreta o termo “consagrar” como “confiar”. “O Papa – disse o prelado - confiará à Maria, (affidamento), fará um ato de colocar sob a proteção” que significa que “em primeiro lugar coloca sob a Sua proteção a Igreja”.

Este evento mundial coincide também com a festa de Nossa Senhora Aparecida no Brasil. “Esperamos para o evento 150 mil peregrinos”, disse à ZENIT padre Domingo Savio da Silva, reitor do Santuário, sublinhando que "estamos nos preparando com muita alegria, para entrar em conexão ao vivo com o santuário do Divino Amor em Roma". O último ato oficial de Aparecida será uma missa celebrada às 21h, horário do Brasil, e que será transmitida ao vivo pela TV Aparecida.

Pe. Carlos Cabecinha, reitor do Santuário de Fátima, em Portugal, também disse em entrevista a ZENIT que “o pedido veio do desejo do Papa de ter em Roma a imagem da Virgem de Fátima, para a Jornada Mariana deste Ano da Fé, uma imagem de Nossa Senhora que fosse expressão, da devoção mariana do Universo católico”.

Dom José Policarpo, então patriarca de Lisboa já tinha consagrado o pontificado do Papa Francisco no dia 13 de Maio desse ano à pedido do mesmo pontífice. “Consagrar a Nossa Senhora o ministério do Papa significou entregar com confiança à Maria o Papa Francisco para que ela o ajude, o proteja e o guie”, disse Pe. Cabecinhas.

A consagração da Rússia e do mundo ao coração de Maria foi realizada várias vezes por Pio XII, mas “foi João Paulo II – relatou o Pe. Cabecinhas - que em 1984,  diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima, em Roma, consagrou o mundo e a Rússia ao Imaculado Coração de Maria, em união com os bispos de todo o mundo.

Mais tarde a vidente Lucia confirmou que esse ato de consagração foi realizado em consonância com o pedido  de Nossa Senhora”. Depois no ano 2000 o Papa João Paulo II consagrou o novo Milênio da mesma forma.