Papa Francisco encontrará Wladimir Putin em 25 de novembro

O Papa havia enviado uma carta ao presidente da Rússia, por ocasião do G20 em São Petersburgo, em que invocava uma solução pacífica para a Síria e uma aproximação "humana" para a crise econômica mundial

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) | 462 visitas

O Papa se reunirá com o presidente russo, Vladimir Putin, em 25 de novembro. A notícia foi confirmada hoje pelo diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, padre Federico Lombardi, informando que a audiência será realizada no período da tarde.

O primeiro contato entre Francisco e Putin já havia ocorrido no dia 5 de setembro, quando o Papa lhe enviou uma carta por ocasião da cúpula do G20 em São Petersburgo, onde o presidente fez as honras da casa. No texto, o Santo Padre dirigiu um vigoroso apelo aos líderes de todo o mundo para não permanecerem "inertes” diante do "drama da população siriana” e invocou uma solução pacifica para "impedir o massacre" causado pelo conflito no país. Além disso, o Papa pediu às potencias do mundo para agir "com respeito pela pessoa humana e pelos fracos" a crise econômica global.

Conforme relatado pelo site Vatican Insider, a reunião foi muito desejada por Putin que já havia solicitado há algumas semanas os diplomatas do Kremlin. A Santa Sé, portanto, aceitou o pedido. O presidente russo já era esperado em 26 de novembro, em Trieste, para um acordo intergovernamental entre Itália e Rússia.

Ao centro das negociações provavelmente estarão as vicissitudes atuais das antigas comunidades cristãs do Oriente Médio, uma vez que o governo russo está muito atento às condições dos fiéis das Igrejas Ortodoxas. Ainda de acordo com o Vatican Insider, “nos planos do poder russo, nas últimas semanas, ganhou força a impressão de que com o papa Francisco, também a relação entre a Rússia e a Igreja Católica poderá trilhar um caminho ainda não percorrido.”

Após a visita ao Vaticano, Putin também poderá adicionar um encontro com o Presidente da República Italiana, Giorgio Napolitano.

(Trad.MEM)