Papa Francisco manifesta apoio à iniciativa popular Um de nós

Projeto precisa de um milhão de assinaturas

Roma, (Zenit.org) Redacao | 617 visitas

No Regina Coeli deste domingo, o santo padre afirmou que se alegra “ao pensar na coleta de assinaturas que acontece hoje em muitas paróquias italianas, a fim de apoiar a iniciativa europeia ‘Um de Nós’, que pretende garantir a proteção jurídica do embrião, tutelando todos os seres humanos desde o primeiro instante da sua existência".

“Um de nós” é uma iniciativa popular europeia, um novo instrumento da democracia participativa. Trata-se de um pedido para que a Comissão Europeia proponha a legislação oportuna nos assuntos em que a União Europeia tem competência para legislar. Cada iniciativa cidadã precisa angariar no mínimo um milhão de assinaturas nos países da comunidade europeia, de cidadãos de ao menos 7 dos 27 estados membros.

Os promotores da iniciativa “Um de nós” instam "a União Europeia a realizar as mudanças necessárias na legislação europeia, de modo que o reconhecimento da dignidade do embrião humano se estenda a todos os âmbitos em que a União tem competência, em especial na saúde pública, na educação, no financiamento de pesquisas e na cooperação ao desenvolvimento, entre outros".

O objetivo da iniciativa é "conseguir da União o compromisso de não consentir nem financiar ações que pressuponham ou favoreçam a destruição de embriões humanos, assim como de estabelecer os meios adequados de controle sobre a utilização dos fundos concedidos, com a finalidade de garantir que eles não sejam empregados contra a vida humana".

A iniciativa foi apoiada pelo papa emérito Bento XVI. A coleta de assinaturas nas paróquias de Roma conta com o comprometimento do cardeal Vallini, responsável pelos assuntos do cotidiano na diocese do papa.


Em comunicado, o projeto “Um de nós” informa que a campanha precisa de 1 milhão de assinaturas e que conseguiu até agora 340.000. Na Espanha, onde o projeto está apenas começando, foram levantadas 25.000 assinaturas. Outros 30.000 formulários foram distribuídos pelo país.



Os bispos também deram seu aval à iniciativa em várias ocasiões. Em fevereiro, a Conferência Episcopal Espanhola enviou a todos os bispos e delegados da pastoral familiar uma carta incentivando a coleta de assinaturas. Na maioria das dioceses, são os delegados da pastoral familiar que se encarregam da tarefa.

Para saber mais: www.unodenosotros.eu.