Papa Francisco visita a paróquia São Tomé Apóstolo

O pontífice encontrará as crianças e jovens da catequese, alguns doentes da paróquia com suas famílias, as crianças batizadas neste ano com os seus pais e atenderá algumas confissões

Roma, (Zenit.org) Redacao | 391 visitas

Domingo, 16 de fevereiro, o Papa Francisco visitará a paróquia de São Tomás Apóstolo, no quinquagésimo aniversário da sua fundação, datada de 19 de Fevereiro de 1964, e há menos de um ano da dedicação da nova paróquia, 13 de abril de 2013. Acolherão o Santo Padre, o Cardeal Vigário Agostino Vallini, o bispo Paolo Schiavon, auxiliar do setor sul da diocese de Roma, o padre Don Antonio D' Errico, e demais sacerdotes da circunscrição.

Ao chegar, o Papa irá saudar as crianças da catequese e os jovens que receberão o sacramento da Confirmação: "Eles estão preparando presentes para oferecer", antecipa Don D' Errico, que lidera a comunidade desde 2002. O pontífice se reunirá com alguns portadores de necessidades especiais e doentes da paróquia: "Temos muitos idosos na nossa região e 11 asilos."

As famílias com crianças portadoras de deficiência, pertencentes a associação Happy Time, que promove algumas atividades na paróquia, também se encontrarão com o Papa Francisco. Em seguida, o pontífice se encontrará com as crianças batizadas neste ano e seus pais. Por fim, se reunirá com os membros do conselho pastoral paroquial e ainda atenderá a confissão de cinco pessoas. "Estamos nos preparando para encontrar o bispo em oração - diz o pároco – a fim que este dom nos ajude na fé e na vida cristã”.

O Santo Padre presidirá a Santa Eucaristia às 18:00 (hora local), "o ponto central da visita", define Don Antonio, que estará no altar para concelebrar a missa com o Cardeal Vallini, o bispo Schiavon, o vigário paroquial Pe. Pierangelo Margiotta - ordenado sacerdote pelo papa Francisco no último 21 de abril de 2013-, o vigário colaborador Dom Philip Larrey e os colaboradores paroquiais Pe. Antony George Pinto e Pe. Francis Chigozie Onyia. Também participarão da Missa, os sacerdotes da Circunscrição, que não concelebrarão, mas irão distribuir a comunhão. Durante o ofertório "será entregue ao Papa uma contribuição para os pobres". Cerca de 400 pessoas estarão presentes na igreja, para os demais, será colocado um telão na praça em frente à igreja.

Na paróquia atua a associação sem fins lucrativos São Tomé, que distribui roupas, móveis, produtos para a casa e para crianças àqueles que precisam. E o grupo Pi-Greco que, como explica o sacerdote, estuda as seitas e novos movimentos religiosos alternativos a fim de ajudar as famílias afetadas por esses fenômenos".

Entre as iniciativas promovidas pela paróquia, em preparação para a visita de domingo, haverá uma missa na quinta-feira (13), presidida pelo Arcebispo Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, que irá realizar uma meditação sobre a Evangelii Gaudium, e na sexta-feira Dom Paolo Schiavon celebrará a Santa Missa. 

(Trad.:MEM)