Papa nomeia bispo auxiliar para Lisboa

Dom Nuno Brás, reitor do seminário dos Olivais

| 957 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 10 de outubro de 2011 (ZENIT.org) – Bento XVI nomeou hoje como bispo auxiliar de Lisboa Dom Nuno Brás, de 48 anos, até agora reitor do seminário dos Olivais, no patriarcado, revelou a Nunciatura Apostólica em Portugal, em comunicado enviado à agência Ecclesia.

O Papa atribui ao mais recente membro do episcopado nacional o título de bispo de Elvas.

Em declarações publicadas pelo site do patriarcado, D. Nuno Brás diz que acolheu a notícia “com toda a serenidade e disponibilidade”.

“As funções são outras, mas continuo a ser Pastor. Vamos ver o que o Senhor me pede, na certeza de que a disponibilidade é a mesma”, assinala.

O novo bispo auxiliar de Lisboa escolheu como lema episcopal ‘In Verbo Tuo’ (Na Tua Palavra).

“É a Palavra de Deus que se faz Carne e orienta toda a nossa vida de cristãos. É a Palavra de Deus que nos chama e nos dá força”, salienta.

D. Nuno Brás da Silva Martins nasceu a 12 de maio de 1963 no Vimeiro, Lourinhã (patriarcado de Lisboa), e foi ordenado padre em julho de 1987.

Doutorado em Teologia Fundamental pela Universidade Pontifícia Gregoriana (Roma), o futuro auxiliar do patriarcado foi vigário paroquial de Nossa Senhora dos Anjos, diretor do semanário diocesano ‘Voz da Verdade’ (cargo a que regressou no início de 2011) e professor na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, tendo publicado a tese ‘Cristo, o Comunicador Perfeito: Delineamento de Uma Teologia da Comunicação à luz da Instrução Pastoral Communio et Progressio’, pelas Edições Didaskalia, da UCP.

Em 2002, o novo bispo foi nomeado reitor do Colégio Pontifício Português de Roma, cargo no qual foi sucedido por D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda, recentemente ordenado.

De regresso à capital portuguesa, D. Nuno Brás assumiu os cargos de reitor do seminário maior de Cristo Rei (Olivais) do desde 2005 e diretor do departamento de comunicação do patriarcado de Lisboa desde 2010.

O patriarcado de Lisboa, cujo território não coincide com o do distrito, engloba mais de 2,3 milhões de pessoas (1,9 milhões de católicos) e perto de 300 paróquias.

O cardeal-patriarca, D. José Policarpo, tinha como bispos auxiliares D. Carlos Azevedo e D. Joaquim Mendes, aos quais se junta agora D. Nuno Brás.

(Com Agência Ecclesia)