Papa nomeia cardeal Scola arcebispo de Milão

Aceita a renúncia do cardeal Tettamanzi por razão de idade

| 1582 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 28 de junho de 2011 (ZENIT.org) - Bento XVI nomeou o até agora patriarca de Veneza, cardeal Angelo Scola, como arcebispo de Milão.

Ele substitui no cargo o cardeal Dionigi Tettamanzi, que tinha apresentado sua renúncia ao Papa por motivo de idade; comunicou nesta terça-feira a Santa Sé.

O cardeal Scola, 69 anos, estará à frente desta diocese italiana que é uma das maiores e mais importantes do mundo, com cinco milhões de católicos.

Nesta terça-feira, o novo arcebispo dirigiu algumas palavras aos católicos. Ele destacou sua obediência ao Papa e a Cristo, afirmando que “comunicar a beleza, a verdade e a bondade de Jesus ressuscitado é o único objetivo da existência da Igreja e do ministério de seus pastores”. “A razão de ser da Igreja, povo de Deus em marcha, é fazer resplandecer em seu rosto Jesus Cristo, luz das nações”.

O cardeal se comprometeu a exercer seu ministério “favorecendo a unidade multiforme” e sendo consciente “da importância da Igreja ambrosiana para os desenvolvimentos do ecumenismo e do diálogo inter-religioso”.

O cardeal Angelo Scola, próximo ao movimento Comunhão e Libertação, nasceu na diocese de Milão em 1941. Ele foi bispo de Grossetto, reitor da Universidade Lateranense e presidente do Instituto João Paulo II. Foi nomeado patriarca de Veneza em 2002 e criado cardeal em 2003.