Papa ora por consciência missionária cada vez mais profunda nos batizados

Intenção pela qual se reza em todo o mundo no mês de outubro

| 860 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 1 de outubro de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI reza e pede oração para que «para que a Jornada Missionária Mundial seja uma ocasião propícia para suscitar nos batizados uma consciência missionária cada vez mais profunda».



Assim se desprende da intenção missionária para o mês de outubro, contida na carta pontifícia junto a todas as intenções que o Santo Padre confiou ao «Apostolado da Oração» para este mês.

O «Apostolado da oração» (AdP) é uma iniciativa seguida por cerca de 50 milhões de pessoas dos cinco continentes.

A intenção geral deste mês está estreitamente relacionada com a anterior: «para que os cristãos que se encontram em situação de minoria tenham a força e o valor de viver sua fé e de perseverar em seu testemunho».

Estas intenções se unem à preparação para o domingo mundial das missões, em 21 de outubro, que a Igreja universal celebrará sob o tema «Todas as Igrejas para todo o mundo».

«Resta ainda muito por fazer para responder ao chamado missionário que o Senhor não deixa de dirigir a todos os batizados», alerta.

O chamado se estende às «Igrejas de antiga tradição – escreve Bento XVI –, que no passado proporcionaram às missões, além de meios materiais, também um número consistente de sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos, levando a cabo uma eficaz cooperação entre comunidades cristãs».

O bom pastor convida também as Igrejas de recente evangelização a dedicarem-se generosamente à missão ad gentes», afirma.

E explica em que consiste o compromisso missionário: é «o primeiro serviço que a Igreja deve prestar à humanidade de hoje, para orientar e evangelizar as mudanças culturais, sociais e éticas; para oferecer a salvação de Cristo ao homem de nosso tempo, em muitas partes do mundo humilhado e oprimido por causa de pobrezas endêmicas, de violência, de negação sistemática dos direitos humanos».