Papa pede libertação de Asia Bibi

A mulher cristã condenada à morte no Paquistão

| 1249 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 17 de novembro de 2010 (ZENIT.org) - O Papa Bento XVI lançou um apelo hoje, no final da audiência geral, a favor das populações cristãs do Paquistão, especialmente de Asia Bibi, a mulher condenada à morte por blasfêmia.

O Pontífice, respondendo à petição dos bispos católicos do Paquistão, fez sua a defesa dessa mulher cristã, que no dia 7 de novembro foi condenada à forca por um tribunal de Punjab, por ter supostamente blasfemado contra o profeta Maomé.

Dirigindo-se aos fiéis reunidos na Praça de São Pedro, Bento XVI pediu que todos rezassem "pela difícil situação dos cristãos no Paquistão, frequentemente vítimas de violência e discriminação".

Ele também quis manifestar sua "proximidade espiritual a Asia Bibi e aos seus familiares", pedindo que "lhe seja restituída a plena liberdade".

"Rezo - concluiu o Papa por todos aqueles que se encontram em situações semelhantes, para que sua dignidade humana e seus direitos fundamentais sejam respeitados."