Papa recebe Doutrina Social da Igreja russa

Um «momento ecumênico significativo»

| 590 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 7 de novembro de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI recebeu hoje, das mãos do arcebispo Innokentiy, da Igreja Ortodoxa Russa, a tradução em francês de exposição da Doutrina Social da Igreja russa.



Trata-se dos «Fundamentos da doutrina social» – «Fondements de la doctrine sociale» – da Igreja Ortodoxa russa, publicados na França pela editora católica «Cerf».

É o primeiro compêndio de Doutrina Social publicado por essa Igreja Ortodoxa, após ter sido adotado no ano 2000.

No volume, a Ortodoxia russa, através da voz de seus bispos, toma posição sobre numerosas questões políticas, econômicas e sociais: concepção das relações Igreja-Estado, da nação, do trabalho, da propriedade, das relações internacionais, da ética familiar, dos direitos do homem, da saúde, da bioética, da cultura, dos meios de comunicação, das relações entre ciência e fé, da ecologia, da globalização...

O Papa recebeu também o último número da revista «Mensageiro da Igreja Ortodoxa russa» («Messager de l’Eglise orthodoxe russe»), dedicado à recente visita realizada à França pelo patriarca Aléxis II de Moscou e de todas as Rússias.

O aperto de mãos entre o representante ortodoxo e o Papa foi qualificado pela «Rádio Vaticano» como um «momento ecumênico significativo».

O site da Igreja Ortodoxa russa na Europa (www.egliserusse.eu) indica que o Papa «pediu a Dom Innokentiy que transmitisse sua saudação ao patriarca Aléxis e expressou o desejo de que a publicação em francês da Doutrina Social da Igreja Ortodoxa russa contribua para a proclamação comum da fé por parte de católicos e ortodoxos e para o testemunho comum dos valores do Evangelho».

A Igreja Ortodoxa russa apresentará o volume em Paris no dia 12 de novembro, em um colóquio que tem por tema «Para uma doutrina social comum dos cristãos», que se celebrará no Centro Sèvres.