Papa: surpresa e preocupação com Gotti Tedeschi

Comunicado da Assessoria de Imprensa vaticana

| 1050 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 11 de junho de 2012 (ZENIT.org).- Reproduzimos o comunicado da Santa Sé sobre os fatos que envolveram o professor Ettore Gotti Tedeschi, ex-presidente do Instituto para as Obras de Religião (IOR), popularmente conhecido como “o banco vaticano”. Gotti Tedeschi foi afastado do Instituto pelos conselheiros, insatisfeitos com a sua gestão.

A Santa Sé veio a conhecer com surpresa e preocupação os recentes casos em que se viu envolvido o professor Gotti Tedeschi e deposita na autoridade judicial a máxima confiança de que as prerrogativas soberanas reconhecidas a ela pelo ordenamento internacional sejam adequadamente aplicadas e respeitadas.

A Santa Sé confirma ainda a sua plena confiança nas pessoas que dedicam a sua ação com empenho e profissionalismo ao Instituto para as Obras de Religião e está examinando com o máximo cuidado a eventual lesividade das circunstâncias, a respeito dos direitos próprios e de seus órgãos.

Destaca-se que a moção adotada contra o professor Gotti Tedeschi pelo Conselho de Superintendência fundamentou-se em motivos objetivos, relacionados com o governo do Instituto, e não em suposta oposição à transparência, que, pelo contrário, é de interesse das autoridades da Santa Sé e do próprio Instituto.

Trad. Zenit