Para vencer a crise, mudar de estilo de vida

Em Fátima, bispo indica “seguir um caminho novo” e “cantar um cântico novo”

| 916 visitas

FÁTIMA, quinta-feira, 14 de julho de 2011 (ZENIT.org) – Milhares de peregrinos estiveram em Fátima a participar, nos dias 12 e 13 de julho, na peregrinação aniversária de terceira aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, presidida pelo bispo de Santarém.

Segundo informa o departamento de imprensa do Santuário de Fátima, D. Manuel Pelino Domingues deixou uma mensagem de alerta para os tempos de crise que atualmente se vivem e uma exortação à mudança de “estilo de vida”.

“Enfrentamos uma crise que não é só econômica e financeira, como todos reconhecem. Vivemos igualmente um défice de esperança no futuro, um sentimento de insegurança, uma sensação de desconfiança nas promessas e cálculos econômicos”, disse, durante a homilia da missa internacional do dia 13 de julho.

Ele afirmou que “a crise econômica é reflexo e consequência de uma crise mais ampla, espiritual e ética. É o saldo da ganância, do consumismo, do egoísmo e da vaidade”.

D. Manuel Pelino Rogrigues considera que “o esquecimento de Deus na cultura contemporânea tem provocado o esquecimento do homem e diluído a responsabilidade de construir um mundo mais humano, justo e saudável”, uma ausência que se “repercute na ausência de referências éticas e no empobrecimento de valores humanos”.

Para “vencer a crise”, indicou, “precisamos de mudar de estilo de vida, de seguir um caminho novo e de cantar um cântico novo”, assente na força que salvará o mundo: “o amor de Cristo”.

“Como consequência da convicção de que Deus nos ama, esforçamo-nos por amar, por levar alegria onde há tristeza, por irradiar luz onde as trevas ameaçam, por dar atenção ao outro quando a indiferença predomina”, disse.

Cinquenta e dois grupos de peregrinos, de 17 países, participaram na missa da peregrinação do dia 13 de julho. Vinte e um eram procedentes da Itália e cinco da Espanha.