Partida Inter-Religiosa pela Paz: começa a contagem regressiva

Anúncios em Roma, ingressos on-line e entrevista coletiva na Rádio Vaticano

Roma, (Zenit.org) Sergio Mora | 655 visitas

Começam a surgir nas ruas da capital italiana os cartazes que anunciam a primeira Partida Inter-Religiosa pela Paz, um jogo de futebol que reunirá jogadores e ex-jogadores de diversas religiões para mostrar ao mundo que a Cultura do Encontro é possível.

A partida, marcada para o próximo dia 1° de setembro, no Estádio Olímpico de Roma, foi inspirada pelo papa Francisco e impulsionada pelo seu compatriota Javier Zanetti. A rede italiana RAI transmitirá o evento ao vivo para todo o mundo.

A Santa Sé informou hoje que a apresentação do evento será feita na próxima segunda-feira, dia 25, na Rádio Vaticano. Espera-se que participem, no Estádio Olímpico de Roma, Lionel Messi, Gianluigi Buffon, Zinedine Zidane, Javier Zanetti, Roberto Baggio, Andrea Pirlo, Yuto Nagatomo e Samuel Eto’o, em representação de diversas religiões e culturas, embora estes e outros nomes devam ser confirmados definitivamente na apresentação do evento.

Nem todos quiseram aderir à iniciativa, como é o caso do ex-jogador egípcio Mohamed Aboutrika, do Al Ahly: “Não aceitei o convite devido à participação de sionistas”, escreveu ele no Twitter. Segundo a versão em inglês do jornal egípcio Al Ahram, a ausência do jogador se deve à participação do israelense Yossi Benayoun, ex-jogador do Liverpool e do Celsea.

“A Partida Inter-Religiosa pela Paz nasce por iniciativa do papa Francisco e tem como protagonistas duas organizações que trabalham cotidianamente pela paz e pela inclusão social. A Scholas Occurrentes é uma entidade educativa pública, impulsionada pelo papa Francisco, que une tecnologia, esporte e arte para fomentar a integração social e a cultura do encontro, a fim de transformar o mundo numa sociedade integrada e em paz”, diz o site da Scholas Occurrentes, uma das entidades organizadoras do jogo.

A outra entidade organizadora é a Fundação PUPI, criada por Paula e Javier Zanetti, que, há mais de 10 anos, promove e apoia programas de adoção à distancia, creche social e assistência para aliviar as muitas necessidades das crianças dos setores mais carentes da sociedade.

O evento tem apoio, entre outros, da prefeitura de Roma e da Série A do Campeonato Italiano. Seu objetivo é promover as ideias de irmandade e cooperação através do potencial de comunicação do esporte, particularmente do futebol. A religião, qualquer que seja, é um elemento de união e de enriquecimento, tanto na vida pessoal e social quanto na prática esportiva, consideram os realizadores da iniciativa.