Pastoral, olhar de discípulos e missionários de Cristo

Cardeal Odilo Scherer fala sobre a ação pastoral da Igreja

| 1796 visitas

SÃO PAULO, terça-feira, 10 de fevereiro de 2009 (ZENIT.org).- O arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Scherer, convida os fiéis a participar das iniciativas pastorais da Igreja, com olhar de discípulos e missionários de Cristo.

«A Igreja presta muitos serviços à sociedade, mas ela é mais que uma estrutura funcional e burocrática, ou uma prestadora de serviços», afirma o arcebispo, em artigo divulgado hoje por sua arquidiocese.

«Ela é uma comunidade de fé, vida e testemunho e sua identidade vai além de suas expressões visíveis e de seus serviços e manifestações concretas.»

Dom Odilo explica que, «ovelhas ou discípulos de Cristo, com ele e em nome dele, somos também missionários e pastores. Por isso a Igreja exerce seus serviços “pastorais” e faz planos de pastoral de conjunto, para que a globalidade da missão fique devidamente atendida».

«Todos precisam assumir sua parte na missão pastoral da comunidade e desempenhá-la como graça e tarefa que decorre do batismo.»

«Cada batizado é associado à missão pastoral de Cristo e nossas comunidades de fé precisam ser criativas e ricas em iniciativas pastorais, para que todos possam unir esforços em favor da “imensa messe”, do grande rebanho do Senhor.»

Isso «não como mero programa estratégico, nem com ativismo árido, mas tendo no coração os mesmos sentimentos de Jesus Cristo, bom Pastor: “teve compaixão delas”», afirma.

Segundo explica Dom Odilo, o 10º Plano Arquidiocesano de Pastoral, da Igreja em São Paulo, «é um convite a exercermos, de fato, nosso serviço pastoral nas condições desafiadoras da grande cidade de São Paulo. Aqui também há multidões que vivem “como ovelhas sem pastor”».

«Podem estar bem perto de nós, talvez nem nos demos conta disso! São doentes e idosos nas casas e hospitais; jovens nas escolas, pobres e mendigos na praça, pessoas desamparadas pela sociedade e angustiadas em relação ao seu futuro.»

«São as vítimas das injustiças e da violência diária; são os iludidos pelas propostas mercadológicas da religião e pelos aproveitadores do rebanho do Senhor.»

O arcebispo enfatiza que não se pode dizer «que tudo isso não nos importa e que já temos tantas ovelhas para cuidar».

O 10° Plano de Pastoral –afirma Dom Odilo–, «de acordo com as orientações da Conferência de Aparecida, nos convida a lançarmos um olhar ao nosso redor, não como frios analistas sociais, mas como discípulos e missionários de Cristo», olhar «com os sentimentos de Cristo».