Pe. Paulo Morocutti, assistente espiritual dedicado e fiel

Independentemente da culpabilidade ou não de Paolo Gabriele, defendeu a família em tempos difíceis

| 977 visitas

ROMA, segunda-feira, 8 de outubro de 2012 (ZENIT.org) - "A família Gabriele lamenta a maneira imprópria em que os meios de comunicação estão falando do nome do Pe. Paolo Morocutti. Pe. Paolo sempre foi um amigo da família que teve como única função a de ficar perto da Senhora Gabriele e especialmente das crianças nos momentos mais difíceis e dolorosos desta história. Por isso, renova  a sua profunda gratidão a Pe. Paolo".

Com estas palavras a advogada Cristiana Arrù, advogada de Paolo Gabriele esclareceu definitivamente o papel do Pe. Paolo Morocutti, amigo de longa data da família Gabriele.

Pe. Morocutti era o sacerdote, amigo da família, que acompanhou, após a prisão de Gabriele, a mulher e os filhos nos momentos mais difíceis.  "Como sacerdote," - disse Pe. Paolo a ZENIT - "Eu tinha o dever de ficar ao lado desta família de amigos, independentemente da culpabilidade ou não de Paolo, a minha tarefa era aquela de defender sua esposa e especialmente as crianças das constantes pressões mediáticas. Isso é o que eu fiz, plenamente consciente das responsabilidades sacerdotais".

"Ter dado a conhecer a Paolo outro sacerdote, porque ele me pediu, parece-me a coisa mais normal e natural do mundo”, concluiu.

[Trad. TS]