Peregrinos do Reino Unido se preparam para visitar o Sudário em Turim

Esperam que se dissipem as cinzas vulcânicas para viajar

| 915 visitas

Por Genevieve Pollock

GLOUCESTER, sexta-feira, 23 de abril de 2010 (ZENIT.org). – Peregrinos da Inglaterra se preparam para visitar o Santo Sudário em Turim, esperando que a nuvem de cinzas vulcânicas que causou o cancelamento de vários vôos em toda a Europa se dissipe.

Mark Guscin, que guiará a peregrinação organizada pela Sociedade Britânica para o Santo Sudário de Turim, falou com a ZENIT sobre a próxima viagem.

Se a nuvem de cinzas vulcânicas desaparecer, o grupo deve partir no próximo domingo, explicou Guscin, sublinhando o significado desta viagem para os peregrinos: "ver o tecido que pode de fato ser o Sudário no qual foi envolto Jesus de Nazaré, manchado com seu sangue, é uma experiência incrível".

"Não posso entender como uma pessoa que se diga cristã possa não se interessar por algo assim", disse ele.

Mesmo para além do âmbito da cristandade, Guscin sublinhou que o Santo Sudário exerce seu fascínio sobre muitos judeus e agnósticos".

Para Guscin, que atualmente vive na Espanha e trabalha como editor do boletim da Sociedade Britânica, "pode-se saber muito sobre o Sudário por livros, artigos e boas páginas na web, mas quando se está diante do tecido, sente-se uma presença real".

"É profundamente tocante ver os sinais do incrível sofrimento de Jesus", acrescentou. Referindo-se à sua primeira experiência com o Sudário, lembrou: "Nos anos 70, quando ainda estava na escola, nos levaram ao cinema para assistir ‘O testemunho silencioso', documentário premiado de David Rolfe sobre o Sudário, e este me fascinou do início ao fim".

"Hoje, me tornei amigo de David, e participei de seu segundo documentário sobre o tema, transmitido pela BBC em 2008", continuou.

Neste momento, Guscin trabalha com a Sociedade para lançar uma revista sobre a Semana Santa, que será editada duas vezes ao ano e distribuída em todo o mundo.

A Sociedade busca "ser um fórum para pessoas de todas as classes que compartilhem um interesse pelo mistério do Santo Sudário, e de auxiliar silenciosamente com qualquer informação requisitada pelo público em geral e pelos veículos de comunicação".

Conta atualmente com membros de todos os continentes, pessoas das mais diversas profissões e religiões.