Pêsames do papa pela morte do cardeal Lorenzo Antonetti

O cardeal, de 90 anos, era presidente emérito da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica

Roma, (Zenit.org) | 454 visitas

Por ocasião do falecimento do cardeal Lorenzo Antonetti, o papa Francisco enviou um telegrama de condolências ao bispo de Novara, dom Franco Giulio Brambilla. O cardeal Antonetti, titular da Basílica de Santa Inês em Agone, era presidente emérito da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica. Também tinha sido delegado pontifício para a Basílica Patriarcal de São Francisco de Assis.

“Ao receber a triste notícia do falecimento do venerado cardeal Lorenzo Antonetti”, escreve o papa na mensagem, “eu desejo expressar as minhas profundas condolências a esta comunidade diocesana, que o enumera entre os seus filhos mais ilustres, assim como ao seu sobrinho Mario, aos outros sobrinhos e respectivas famílias e a todos aqueles que o conheceram e estimavam".

"Lembro-me do cardeal como diligente colaborador da Santa Sé ao longo de muitos anos, como representante pontifício em diversos países, na Secretaria de Estado, como presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica e, finalmente, como delegado papal para a Basílica de São Francisco de Assis: por onde passou, ele sempre deixou testemunho de fervoroso zelo sacerdotal e de fidelidade ao Evangelho".

"Enquanto elevo preces fervorosas ao Senhor Jesus para que a Virgem Maria queira dar ao falecido cardeal a recompensa eterna prometida aos seus discípulos fiéis, envio de coração a sua excelência, a todo o presbitério e aos que compartilham da dor de sua morte, uma especial e reconfortante bênção apostólica", termina o texto do papa Francisco.