Pêsames do Papa pela morte do secretário de governo mexicano

Em um acidente aéreo que provocou pelo menos 13 mortes

| 813 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 7 de novembro de 2008 (ZENIT.org).- Bento XVI manifestou ao presidente do México, Felipe de Jesús Calderón Hinojosa, sua dor pelo falecimento do secretário de governo Juan Camilo Mouriño em um acidente aéreo que provocou pelo menos 13 mortes e numerosos feridos. 

Em uma carta enviada pelo cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado, o pontífice confessa que se sentiu muito triste ao receber a notícia e manifesta ao governo, «a todos os familiares e ao povo mexicano seu mais sentido pesar, assim como sua paterna proximidade». 

Na carta, assinala que «Sua Santidade oferece sufrágios pelo eterno descanso dos falecidos e roga ao Senhor pelo rápido restabelecimento dos afetados». 

O cardeal Bertone se une também «aos sentimentos de dor do Sumo Pontífice» e renova ao presidente «o testemunho de minha mais alta e distinguida consideração». 

O presidente do Conselho Pontifício para as Famílias, cardeal Ennio Antonelli, que visitava o México no momento do acidente para preparar na capital o Encontro Mundial das Famílias que se celebrará em janeiro, também transmitiu suas condolências e sua bênção ao povo mexicano.