Por que Nossa Senhora aparece?

Apresentado em Roma o “Dicionário das Aparições de Maria”

| 2182 visitas

ROMA, quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – As aparições de Maria, as mensagens, a interpretação dos videntes são acontecimentos que atravessam toda a história do Cristianismo.

Especialmente no campo do discernimento e do significado das aparições, a Igreja católica se interroga há muito tempo.

Por que Maria aparece aos homens? Qual é o sentido e o motivo destas aparições? Como se distinguem as verdadeiras aparições das sugestões? Por que os reconhecimentos da Igreja são menores que o número das aparições? Como se explica a popularidade destes fenômenos?

Para responder a estas e a muitas outras perguntas, Dom René Laurentin, considerado um dos principais especialistas mundiais sobre o tema, junto com reconhecidos colaboradores, escreveu e publicou Dizionario delle Apparizioni della Vergine Maria [Dicionário das Aparições da Virgem Maria, n.d.t.] (edições Art -http://www.edizioniart.it/).

A edição italiana do Dicionário foi enriquecida e atualizada com mais de cem vozes desde a publicação da edição original francesa de 1997.

Trata-se de uma obra única e extraordinária, na qual se recolhem e analisam 2.567 aparições.

Durante a apresentação celebrada em Roma, próximo à Praça de São Pedro, Dom Laurentin afirmou: “Não sou eu quem escolheu as aparições, mas foram elas que escolheram através da voz dos bispos”.

O conhecido teólogo explicou que, já em 1952, o bispo de Lourdes, Dom Pierre Marie Théas, pediu-lhe que estudasse as aparições.

O mesmo lhe pediram depois Dom Ghillem, para as aparições de Pontmain, o reitor de Fátima para as aparições de Portugal, e da Rue de Bac, de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa.

O volume, de 1200 páginas, está dividido em três partes: a primeira é uma introdução geral que explica o fenômeno das aparições sob um perfil interdisciplinar; a segunda recolhe 1900 testemunhos sobre lugares e pessoas, objeto das aparições da Virgem Maria até 1966. A terceira parte do volume contém mais de 600 testemunhos de lugares e pessoas objeto de aparições (reconhecidas ou não) desde 1966 até nossos dias.