Portugal: cardeal pede ao clero isenção nas eleições

Ante a escolha do novo presidente da República

| 836 visitas

ROMA, segunda-feira, 10 de janeiro de 2010 (ZENIT.org) – O cardeal José Policarpo pediu ao clero do Patriarcado de Lisboa isenção neste período eleitoral em Portugal.

Os portugueses vão às urnas no dia 23 de janeiro, para escolher o novo presidente da República. Cerca de dez milhões de pessoas podem exercer o direito de votar.

“Na celebração peço-vos que respeiteis a isenção que compete à Igreja em momentos, como este, de expressão da liberdade democrática”, afirma o cardeal em carta enviada ao clero, divulgada na sexta-feira.

“Podereis, isso sim – prossegue Dom José Policarpo –, sublinhar o dever de votar. A abstenção não é manifestação da responsabilidade democrática.”

Na carta ao clero, o Patriarca assinala que “o ano 2011 vai ser exigente para os portugueses”.

“Peço-vos que estejais no meio do Povo, nas vossas comunidades, como pastores, auscultando e pressentindo os sofrimentos e as dificuldades reais, mobilizando as comunidades para a solidariedade fraterna”.

“A Igreja pode não ter possibilidade de resolver todas as dificuldades materiais, mas deve sempre acolher com amor, orientando e suscitando a esperança”, disse.