Portugal: CEP escolhe leigo para dirigir Secretariado dos Bens Culturais da Igreja

| 1441 visitas

LISBOA, terça-feira, 11 de setembro de 2007 (ZENIT.org).- A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) escolheu um leigo para dirigir o Secretariado Nacional dos Bens Culturais da Igreja (SNBC).



Segundo refere Agência Ecclesia, o novo diretor será João Mário Soalheiro Costa, ligado ao Centro de Estudos de História Religiosa da UCP (Universidade Católica Portuguesa), que D. Carlos Azevedo, secretário da CEP, apresenta como «alguém com grande prática neste setor» e de extrema «competência».

Em declarações à agência do episcopado de Portugal, o secretário da CEP considera que esta escolha será «uma mais-valia para as Dioceses», podendo ajudá-las a elaborar projetos, com uma maior exigência nos levantamentos e valorização do patrimônio, que tem aspectos «artísticos, arquivísticos e arquitetônicos».

O SNBC da Igreja é um órgão executivo para estudo, coordenação e execução de atividades sob a orientação da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais.

Procura promover a colaboração com os organismos diocesanos da área dos Bens Culturais (arte sacra, museus, arquivos, bibliotecas, etc.) e as relações institucionais com a Comissão Pontifícia dos Bens Culturais da Igreja o Ministério da Cultura e outros organismos oficiais relacionados com o patrimônio cultural.

O seu trabalho passa pela valorização pastoral e catequética do patrimônio, com iniciativas de formação de agentes e intervenientes na área cultural e incentivo de boas práticas de conservação preventiva.

Outras prioridades passam pela promoção, na opinião pública, da ação de salvaguarda do patrimônio cultural da Igreja e pelo diálogo com os artistas e a promoção da arte sacra moderna.