Portugal recebe I Congresso Ibérico de Pastoral Penitenciária

Promovido pela Pastoral Penitenciária do país, evento pretende discutir a dignidade das pessoas privadas de liberdade

Brasília, (Zenit.org) Lilian da Paz | 395 visitas

Entre 1º e 4 de maio, Portugal recebe o I Congresso Ibérico de Pastoral Penitenciária. Organizado na cidade de Fátima, o evento pretende conscientizar a sociedade acerca do tema central Dignificar a pessoa presa.

Por meio do tema, o Congresso quer discutir a redução da prisão de pessoas a partir da prevenção da criminalidade e a reinserção social daqueles que já estão aprisionados. Para o debate estão previstas, durante os quatro dias de programação, conferências e mesas redondas.

Segundo a organização do evento, em Portugal há um número crescente de pessoas privadas de liberdade que levantam questões preocupantes acerca da falta de um tratamento respeitoso da dignidade humana e da preparação para a volta à sociedade.   

Bispos, padres, religiosos e leigos inseridos na questão, provenientes das regiões ibéricas (Portugal, Espanha, Gibraltar e Andorra), vão partilhar a experiência adquirida ao longo de sete anos de serviço da missão eclesial na prevenção, prisão e reinserção de pessoas.

As principais palestras do Congresso também trazem à tona a importância de um leitura humanista da mediação penal, que destaca os direitos humanos dos encarcerados. Toda a discussão vai estar inserida nos campos jurídico, social e religioso.

Pastoral penitenciária

A Pastoral Penitenciária Nacional é um departamento da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP). Coordenada pelo padre João Gonçalves, tem a missão de promover, animar e coordenar a ação da Igreja Católica do país junto às pessoas privadas de liberdade, assim como as respectivas famílias.

Em parceria com instituições sociais, também buscam a prevenção de crimes, a dignidade de tratamento na prisão e a reinserção das pessoas na vida social, proporcionando a elas formação e atendimento pessoal.