Praça de São Pedro: iluminada a grande árvore de Natal

O papa Francisco recebe em audiência uma delegação de peregrinos da Baviera, terra de origem da árvore deste ano

Roma, (Zenit.org) Luca Marcolivio | 413 visitas

No dia da apresentação e do acendimento das luzes da árvore de Natal na Praça de São Pedro, o papa Francisco recebeu em audiência uma delegação de peregrinos da cidade de Waldmünchen, situada na região alemã da Baviera. Vem de lá a árvore doada este ano ao santo padre.

A delegação, recebida na Sala Clementina, incluía o prefeito da localidade bávara e outras autoridades civis, bem como membros da Embaixada da Alemanha junto à Santa Sé. Participaram ainda os bispos de Regensburg e de Pilsen, diocese na fronteira com a República Tcheca.

Em seu breve discurso, o papa recordou que a árvore de Natal "permanecerá ao lado do presépio até o fim das festividades natalinas, para ser admirada pelos romanos e pelos peregrinos e turistas de todas as partes do mundo".

A árvore doada pela Baviera, disse o papa, expressa a "proximidade espiritual e a amizade que une a Alemanha e a Santa Sé, na esteira da tradição cristã que enriqueceu a cultura, a literatura e a arte daquelas terras”.

"Com as minhas orações, eu estou perto de vocês e acompanho o caminhar das suas comunidades cristãs e de todo o povo alemão", acrescentou o papa.

Recordando o anúncio do anjo aos pastores de Belém, Francisco explicou que aqueles pastores "foram cercados por uma grande luz": a mesma luz com que, ainda hoje, "Jesus continua a dissipar as trevas do erro e do pecado, para trazer à humanidade a alegria da fulgurante luz divina, da qual a árvore de Natal é um símbolo e um lembrete".

Ao se despedir, o santo padre agradeceu à delegação da Baviera e desejou a todos um feliz Natal. Como de costume, ele também pediu que cada um reze por ele.