Prêmio mundial Fernando Rielo de poesia mí­stica será entregue no Equador

264 obras de 29 paí­ses participaram da XXXIII edição, cuja premiação acontecerá no dia 12 de dezembro em Quito

Roma, (Zenit.org) Redacao | 351 visitas

O prêmio criado pelo humanista, pensador, poeta e fundador religioso madrileno Fernando Rielo completa 33 edições, convocando a nossa sociedade a viver os elevados valores que a poesia mística expressa, unindo qualidade literária e riqueza espiritual, para ajudar a superar a situação crítica que atravessamos.

Nas palavras do criador do prêmio, Fernando Rielo, “a poesia mística tem por finalidade a confissão da fé… A poesia mística não é redutiva em nenhum caso: eminentemente criativa, ela é capaz de gerar novos recursos estilísticos, novas formas e, em geral, uma riqueza inesgotável para expressar, por meio da imagem estética, a mística união da alma com seu Criador. A poesia mística é também visão universal e transcendental de uma humanidade que, em dor e em amor, caminha rumo ao seu celeste destino”.

O reconhecimento obtido pelo Prêmio Mundial Fernando Rielo de Poesia Mística permitiu que a cerimônia de entrega fosse realizada em sedes internacionais tão prestigiosas como a da ONU em Nova Iorque, o senado da França e a Unesco em Paris, a prefeitura de Roma, a Sala Gótica da prefeitura de Colônia, o Museu do Prado, a prefeitura de Madri, a Sala do Conselho da província de Bolonha e a embaixada da Espanha junto à Santa Sé.

O evento conta com o apoio de um amplo comitê de honra, composto por membros de diversas Academias Reais espanholas (da Língua, de História, de Ciências Morais e Políticas), reitores de universidades, hispanistas, escritores e poetas. Já pertenceram ao comitê personalidades civis e eclesiásticas de renome. Entre os cardeais membros, listam-se nomes como Poupard, Ruini, Biffi, Cañizares e Rouco Varela.

As edições anteriores premiaram vencedores de países como Espanha, Senegal, Uruguai, Grécia, Macedônia e Chile.