Prêmio Sciacca Jovens Empreendedores é concedido à Ernst & Young

A empresa de consultoria e auditoria foi premiada no Vaticano

Roma, (Zenit.org) | 326 visitas

Pela primeira vez em sua história, o Prêmio Sciacca Jovens Empreendedores foi concedido a uma empresa. Trata-se da Ernst & Young, que opera em 150 países com resultados de excelência em serviços de consultoria e auditoria, distinguindo-se pelas significativas oportunidades de trabalho que oferece aos jovens, pela promoção de talentos e pela ação de solidariedade.

Entre as atividades, em particular, chamaram a atenção do júri o estabelecimento da Fundação EY e a criação, na Itália, da Orquestra EY de Jovens Talentos, para rapazes e moças de 18 a 26 anos.

A cerimônia de premiação foi realizada no último sábado, 16 de novembro, na Aula Magna da Pontifícia Universidade Urbaniana. Entre os outros premiados na categoria Juventude, reservada às pessoas de até 35 anos de idade, foram destacadas nesta edição personalidades internacionais como Jack Andraka, jovem norte-americano estudante do ensino médio que, aos 15 anos, inventou um teste rápido e barato para o diagnóstico de certos tipos de câncer, e o fotógrafo Dominic Packulat, um dos maiores talentos da fotografia europeia, que está resgatando o uso da câmera escura.

O grande vencedor deste ano, porém, foi Vitalii Nechayev, menino ucraniano de apenas 9 anos de idade que dá aulas de História na Universidade.

O Prêmio Especial para a Cultura foi dado pelo júri ao cardeal Peter Turkson, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz.

Altamente simbólico foi o prêmio concedido aos dois carabinieri agredidos na província de Grosseto em 2011, Domenico Marino, que perdeu um olho, e Antonio Santarelli, que morreu depois de mais de um ano em coma, além do major Giuseppe La Rosa, morto no Afeganistão.

Na categoria Atividades Institucionais, foi premiado o juiz Cosimo Maria Ferri, subsecretário de Justiça, membro do Conselho Superior da Magistratura e professor universitário, que tem desempenhado um exemplar e eficaz trabalho no governo.

A cerimônia contou com a presença do presidente de honra do Prêmio, o cardeal Dario Castrillon Hoyos; do presidente do Prêmio, Bruno Lima, presidente do Instituto de Estudos Jurídicos, Econômicos e Sociais Internacionais; do presidente do júri, Giuseppe Santaniello, presidente honorário do Conselho de Estado da Itália; e dos secretários gerais do Prêmio, a prof. Vasiliki Bafataki e o advogado Francesco Saverio de Nardis.