Presidente do Iraque não assinará pena capital para Tarek Aziz

| 879 visitas

PARIS, quarta-feira, 17 de novembro de 2010 (ZENIT.org) - O presidente iraquiano Jalal Talabani disse hoje que não assinará a pena capital imposta a Tarek Aziz por um tribunal.

A ordem de execução do ministro - a quem o regime de Saddam Hussein utilizou para dialogar com os países ocidentais e com o Vaticano, para tentar evitar a guerra -, católico caldeu, foi imposta em outubro, por seu suposto envolvimento na repressão de partidos islamistas.

Segundo declarou Jalal Talabani em uma entrevista concedida à emissora de televisão francesa France 24, "Simpatizo com Tarek Aziz porque ele é um cristão iraquiano. Além disso, é um homem idoso que tem mais de 70 anos".

O tribunal supremo iraquiano aprovou a condenação à morte de Aziz no final de outubro. Tanto o Vaticano como a Rússia lançaram um apelo ao Iraque para que não executasse a pena capital por motivos humanitários, como sua idade e seus problemas de saúde.

Para mais informação, leia em Zenit:

Campanha no Iraque para salvar vida de Tarek Aziz

Condenação à morte de Tarek Aziz não favorece Iraque