Preso novamente bispo católico na China

Dom Jia Zhiguo, da diocese de Zheng Ding, em Hebei

| 923 visitas

PEQUIM, quinta-feira, 23 de agosto de 2007 (ZENIT.org).- Dom Jia Zhiguo, bispo católico da diocese de Zheng Ding, na província chinesa de Hebei, foi preso por agentes da segurança pública e do Departamento de Assuntos Religiosos hoje.



A notícia foi remetida em um comunicado à agência Zenit pela Fundação Cardeal Kung, instituição com sede em Stanford, Connecticut, Estados Unidos, que declara: «não sabemos os motivos da prisão do bispo, nem qual é seu atual paradeiro».

Podemos acrescentar que, segundo a agência Asianews, Dom Jia Zhiguo foi preso no contexto de uma estratégia para impedir a difusão da carta que Bento XVI enviou aos católicos chineses. O bispo organizaria encontros para explicar o documento entre seus fiéis.

«Nos últimos cinco dias havia aumentado o número de agentes de polícia que mantinham Dom Jia sob estrita vigilância durante as 24 horas do dia. Havia veículos da polícia estacionados nos arredores da residência do bispo», explica esta fonte.

«Qualquer pessoa que vinha visitar o bispo era presa – acrescenta. Um sacerdote e um leigo foram presos e interrogados durante oito horas antes de serem postos em liberdade.»

Dom Jia, de 73 anos, foi ordenado bispo em 1980. No passado, foi preso durante aproximadamente 20 anos e passou anos inteiros sob a estrita vigilância das autoridades chinesas. Em sua casa, atende a cerca de cem pessoas deficientes.

«Segundo sabemos, foi preso aproximadamente onze vezes desde janeiro de 2004», acrescenta a fonte.

A Fundação Cardeal Kung revela também que em 15 de agosto foi preso, sem que se tenham revelado os motivos, o Pe. Wen Daoxiu, da cidade de Beiwangli, no condado de Qingyuan, em Hebei, depois de celebrar a Eucaristia.

O Pe. Wen, de aproximadamente cinqüenta anos, tem sérios problemas de coração.