Primeira coletiva na Sala de Imprensa Vaticana depois da eleição do Papa Francisco

Vivenciamos uma bela resposta

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) Redacao | 1537 visitas

O padre Federico Lombardi começou a coletiva dizendo “não sei o que dizer, estou completamente chocado”. Reconheceu que participa da alegria de toda a Igreja e que "estou muito emocionado porque saiu um latino-americano". Também "pelo nome que escolhe, muito expressivo de um estilo simples e de testemunho evangélico".

O novo papa manifestou seu estilo de espiritualidade, acrescentou o porta-voz, por pedir a benção do povo para ele, antes de dar a sua. Há uma continuidade com o espírito de Bento XVI que pedia oração ao povo. É bonito também que pediu oração pelo papa emérito manifestando uma profunda comunhão com ele. Também comunhão com a diocese de Roma.

Francisco I é o primeiro papa jesuíta da história, informou Lombardi. “Lembro na Congregação Geral 33 na qual ele era o provincial da Argentina e eu da província da Itália, acho que foi o único momento em que tive oportunidade de conviver com ele em algum encontro da Companhia de Jesus”.

E, apesar da surpresa reconhece Lombardi a valentia dos cardeais para que houvesse um papa procedente de outro continente.

O que vivemos hoje, afirma Lombardi, foi uma bela resposta a tudo o que alguns setores comentaram e especularam nestes dias durante as Congregações sobre a situação da Igreja.

Durante a coletiva de imprensa o padre recebeu uma chamada na qual davam as novas informações dos próximos dias. Também se confirmou que Francisco I já tinha falado por telefone com o papa emérito.

A Missa na Sistina com os cardeais será amanhã às 17h. Na sexta-feira às 11h na Clementina ter-se-á uma audiência com o todo o colégio cardinalício. No sábado, às 11h uma audiência com os jornalistas na Sala Paulo VI, continuando uma tradição que começou com João Paulo II. No domingo será o primeiro Angelus do novo Papa. E na terça-feira, 19, será a missa de inauguração do pontificado às 9h30. Também confirmou que Francisco I fará uma visita à Nossa Senhora amanhã, mas será algo privado.