Primeiro ato do Papa: flores para Nossa Senhora

Francisco visitou a Basílica de Santa Maria Maior em Roma

Roma, (Zenit.org) Sergio Mora | 1456 visitas

Um bouquet de flores para a Virgem. Este foi o primeiro ato não oficial, fora da cidade do Vaticano, que o Papa Francisco realizou nesta manhã em Roma.

As flores foram colocadas aos pés de Santa Maria Salus Populi Romani (Saúde do povo Romano, sendo a palavra saúde entendida como protetora) também conhecida como a Virgem das Neves. O papa Francisco ficou de joelhos por cerca de dez minutos e terminou cantando a Salve Rainha juntamente com as pessoas que o acompanharam.

Foi em Santa MariaMaior, uma das quatro basílicas pontifícias situadasem Roma. Obouquet era simples, composto por uma orquídea lilás ao centro e outras flores coloridas ao redor.

Entrou aproximadamente as oito da manhã pela sacristia, atravessou a nave central desde o fundo até a frente. A Igreja estava vazia, as portas não estavam abertas ao público.

Rezou na capela chamada Paulina, ou Borghese, passou para outra capela, ainda fechada para o público por restauração. Permaneceu em oração por alguns minutos em frente ao túmulo do papa São Pio V, da batalha de Lepanto. Ao sair, cumprimentou as pessoas que trabalham na Basílica, religiosos, religiosas, seguranças e outros. Um por um! “Sou mexicana” disse uma religiosa, e o Papa respondeu: “Eu também ‘guadalupano’, certo?”

“Eu também o cumprimentei” – disse outra religiosa mexicana ali presente – e acrescentou: sou mexicana, guadalupana, e o Papa lhe retribuiu com um sorriso. “Não me lembro o que ele disse, pois estava muito emocionada”.

O ícone da Virgem Salus Populi Romani, segundo a tradição, “foi pintado por São Lucas”, embora os estudiosos de arte o situem no século VII, e referem-se às procissões realizadas ao tempo com um ícone da Virgem. Certamente foi repintado no século XII. Ela foi coroada pelo Papa Pio XII em 1954, e em várias ocasiões prestou-lhe homenagem Bento XVI.

O conhecido ícone mariano da Jornada Mundial da Juventude é uma cópia da Salus Populi Romani, e por vontade de João Paulo II acompanha os jovens universitários em peregrinação por todo o mundo, mas com a invocação de Sedes Sapientiae.

Segundo fontes não oficiais, Francisco irá visitar Bento XVIem Castel Gandolfo.Jána programação oficial, à tarde, celebrará missa na Capela Sistina com os cardais eleitores.