Procuram-se pessoas que salvaram judeus na 2ª Guerra Mundial

Por iniciativa da Fundação Internacional Raoul Wallenberg

| 1333 visitas

ROMA, terça-feira, 3 de fevereiro de 2009 (ZENIT.org).- A Fundação Internacional Raoul Wallenberg (IRWF), uma ONG com base em Nova York que se dedica a honrar, preservar e difundir a herança daqueles que prestaram auxílio às vítimas do Holocausto, está recolhendo informação sobre os cidadãos italianos que ajudaram a salvar os judeus perseguidos durante a 2ª Guerra Mundial. 

Entre os muitos heróis italianos, é possível mencionar Giovanni Palatucci, um policial que salvou a vida de cerca de 5 mil judeus; Giorgio Perlasca, que se apresentou como embaixador espanhol em Budapeste e conseguiu colocar sob custódia milhares de refugiados condenados à morte nos campos de concentração; Beniamino Schivo, um sacerdote católico que proporcionou alojamento, roupas e alimento a uma família inteira; Angelo Giuseppe Roncalli, futuro Papa João XXIII, que durante seu cargo como delegado apostólico em Istambul, em 1944, ajudou a salvar milhares de judeus e não-judeus perseguidos. 

Em 4 de novembro passado, Baruj Tenembaum, fundador da IRWF, propôs que se outorgasse a Roncalli o título de «Justo entre as nações» por parte do Yad Vashem, a autoridade para a recordação dos mártires e dos heróis do Holocausto. 

A Fundação Wallenberg lançou uma campanha entre os líderes das comunidades leigas e religiosas para que proponham aos pais jovens que coloquem em seus filhos os nomes daqueles italianos que cuidaram de judeus perseguidos, com frequência arriscando sua vida. 

Pede-se a quem tiver notícias ou depoimentos ao respeito, que contate com os escritórios da Fundação: 

- Em Nova York: Svetlana c/o 34 E 67 Street, New York, NY 10065, USA; telefone: +1 212 7373275;

- Em Jerusalém: Danny c/o 3 Antebi Street, Jerusalém, Israel; telefone: + 972 2 6257996

 

Para mais informações: www.raoulwallenberg.net