Projeto Um de Nós capta assinaturas online em defesa da vida

Iniciativa europeia apoia o reconhecimento do direito à vida desde a concepção

Roma, (Zenit.org) Antonio Gaspari | 772 visitas

Desde ontem, já é possível para os cidadãos europeus assinar online a petição "Um de nós", proposta da Iniciativa de Cidadania Europeia para a "proteção jurídica da dignidade, do direito à vida e da integridade de cada ser humano desde a concepção, nas áreas de competência da UE em que esta proteção seja relevante".

O projeto europeu "Um de nós" foi promovido pelos Movimentos pela Vida de 20 países do velho continente e pede que a legislação proteja o reconhecimento da dignidade humana desde a concepção.

De acordo com os promotores, "o embrião humano merece o respeito da sua dignidade e integridade", e, para garanti-lo, a União Europeia "deve proibir e acabar com o financiamento de atividades que pressupõem a destruição de embriões humanos, em particular nas áreas da pesquisa científica, da ajuda ao desenvolvimento e da saúde pública".

Esta forma de democracia direta, introduzida pelo Tratado de Lisboa, requer a assinatura de pelo menos um milhão de cidadãos de sete países diferentes que façam parte do bloco.

O link para as assinaturas online (https://ec.europa.eu/citizens-initiative/ECI-2012-000005/public/index.do?lang=en) está disponível em dinamarquês, alemão, estoniano, grego, inglês, espanhol, francês, italiano, húngaro, polonês, português, romeno, eslovaco, esloveno e finlandês.

Para apoiar a iniciativa, é preciso ser cidadão da UE e ter a idade mínima exigida para a elegibilidade nas eleições ao Parlamento Europeu (18 anos em cada país, ou 16 no caso da Áustria).

Todos os cidadãos europeus favoráveis ao direito à vida estão convidados a assinar o projeto: https://ec.europa.eu/citizens-initiative/ECI-2012-000005/public/signup.do.