"Protege o seu coração", um projeto completo para a educação sexual dos filhos

Entrevista com Maria Luisa e Juan Francisco, fundadores e diretores internacionais do projeto - Parte II

Brasília, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 787 visitas

Começamos a publicar ontem, 19, a conversa que ZENIT teve com Maria Luisa e Juan Francisco, idealizadores, fundadores e atualmente os diretores internacionais do projeto “Protege o seu coração” - www.protegetucorazon.com, projeto presente em 15 países - inclusive o Brasil e Portugal - e que promove uma formação integral da sexualidade tanto para crianças, quanto para adolescentes e jovens.

Na primeira parte (que pode ser lida clicando aqui), Maria Luisa mostrou os motivos que levaram à criação desse projeto, o porquê de dar razões aos jovens e adolescentes e a necessidade de ter presente toda a pessoa humana na hora de propor positivamente a formação da sexualidade.

Hoje publicamos algumas respostas do seu esposo, Juan Francisco. “No tema das relaxões sexuais, o “Sexo Seguro” adverte aos adolescentes sobre as possíveis consequências físicas, mas nada sobre os efeitos emocionais, sociais, ou racionais.”, disse nessa entrevista Juan Francisco.

“Uma idéia que transmitimos aos adolescentes é que ainda que se chegasse a inventar um preservativo cem por cento seguro contra doenças e gravidezes, que atualmente não existe..., nunca poderemos fabricar um preservativo que proteja o coração das marcas do sexo casual, sem compromisso. A única segurança é um bom caráter!”, afirmou também Juan Francisco.

Acompanhe abaixo a segunda etapa dessa conversa com os fundadores do projeto “Protege o seu coração”.

***

ZENIT: Só com a razão é possível vencer a batalha da proteção do próprio coração?

Juan Francisco: O uso das tecnologias, o cinema, a televisão e a música contribuem para a contaminação do coração. Propomos a eles que cuidem tudo aquilo que vêem ou que ouvem porque o que entra na mente fica tatuado e vai modelando o seu comportamento. Do coração saem as palavras, os desejos, as ações. Deste modo fazemos o convite para que desenvolvam um "filtro interior" para proteger o seu coração.

Consideramos casa sessão como se fosse a única oportunidade de gerar atitudes de mudança. Seu desenvolvimento está cuidadosamente planejado para que o aprendizado venha por meio de vários canais intelectuais e sensoriais: pensar, ouvir, escrever, ver + ouvir, ler, fazer, mover-se, discutir, descubrir..., a fim de otimizar a retenção e também a diversão. Nós competimos com o fascínio das telinhas que estão ao alcance de qualquer aluno e não podemos estar em desvantagem a fim de influenciá-los.

Com esses recursos pedagógicos, esperamos que os alunos saiam das nossas sessões com um alto nível de disposição para "seguir em frente" na conquista do bom caráter que nós propomos. Fora da sala de aula, a tarefa que eles têem é de passar voluntariamente à ação na sua vida cotidiana. Buscamos que os adolescentes tenham o prazer de conhecer-se e valorizar-se, de experimentar a alegria de encontrar um lugar na vida, o gozo interior de pensar e descobrir a sua missão, de ser capazes de desenhar um projeto de vida, de viver um namoro sincero e afrontar a aventura do amor verdadeiro com mentalidade de vitória.

ZENIT: Por que esse nome: "protege o seu coração?"

Juan Francisco: Se o coração é o centro da dimensão emocional ou da afetividade de uma pessoa, e com as 5 dimensões (física, social, emocional, racional, transcendente), o coração constitui uma parte substancial de todas elas, ou seja, de toda a pessoa, o que é armazenado no coração, necessariamente se manifesta no que fazemos, nas outras dimensões. Uma vez que o coração é a fonte de onde brotam as motivações, os ideais, os grandes ideais..., se se deixa contaminar o coração, toda a pessoa é contaminada. E, portanto, a sexualidade, que tem a ver com tudo o que somos como homens ou mulheres.

No tema das relaxões sexuais o “sexo seguro” adverte os adolescentes sobre as possíveis consequências físicas, mas nada sobre os efeitos emocionais, sociais, ou racionais. O arrependimento, o sentir-se usado, o medo ao compromisso, os ciúmes, o isolamento, o vazio, a incapacidade de construir relações positivas, etc., são consequências que ferem profundamente o seu coração. Para evitá-las, PTC os ajuda a proteger o coração. Como? Explica-lhes o "know how" de habilidades que são muito úteis para a vida: integrar as dimensões da pessoa, tratar adequadamente as emoções particularmente difíceis, construir a auto-estima, tomar boas decisões, ser assertivo na comunicação, defender valores e metas aprendendo a resistir às pressões negativas, desenvolver um filtro interior no uso da tecnologia, conseguir o auto-controle otimista das emoções sexuais por amor. Estas habilidades são propostas num determinado momento de cada sessão, logo após de que os alunos tenham descoberto por si mesmos a carência típica que cada sessão trata. A proposta vem a calhar, porque ao fazer-se conscientes dessa carência, desejam superá-la com entusiasmo. Seu coração já está aberto para ser protegido ou descontaminado.

Uma idéia que transmitimos aos adolescentes é que ainda que se chegasse a inventar um preservativo cem por cento seguro contra doenças e gravidezes, que atualmente não existe..., nunca poderemos fabricar um preservativo que proteja o coração das marcas do sexo casual, sem compromisso. A única segurança é um bom caráter!

 ZENIT: E o que vocês propõem para os jovens e adolescentes que já experimentaram de tudo na vida?

Juan Francisco: Na verdade, os adolescentes ainda não experimentaram tudo. Às vezes é mais o barulho que se faz do negativo. Somos conscientes de que muitos nas nossas aulas traz o coração aos pedaços. Para eles existe uma saída: recomeçar. Sempre é possível voltar a começar. É uma das vantagens de ser humanos. Você pode decidir mudar e optar por uma nova meta, ainda que seja difícil. Aí se faz mais necessário perdoar-se a si mesmos e o apoio dos pais. Temos uma sessão na qual se descrevem 12 passos para chegar lá.

***

Amanhã, quarta-feira, (21) será publicada a terceira parte dessa entrevista.

Um pai de família de língua portuguesa, seja do Brasil, Portugal, África ou Ásia, ou de países de língua espanhola, pode levar esse projeto para a sua própria cidade entrando em contato por meio desse email:info@protegetucorazon.com

Será enviado a explicação de como proceder para implantar o projeto e em seguida se  programará um seminário presencial de capacitação.

Maria Luisa e Juan Francisco também participaram da elaboração do "DVD Sim Aceito, segredos para um casamento feliz". O DVD está destinado para todos aqueles que se preparam para o matrimônio. Também pode ser adquirido em português e está sendo promovido pela Pastoral Familiar do Brasil. Para encomenda: quero.reservar.sim.aceito@gmail.com