"Proteger a humanidade: rumo às periferias existenciais"

29 e 30 de novembro: Assis sedia encontro promovido para discutir questões como a secularização e o novo humanismo, favorecendo o diálogo entre laicos e católicos

Roma, (Zenit.org) Redacao | 421 visitas

"Proteger a humanidade: rumo às periferias existenciais" é o título da conferência que será realizada nestes dias 29 e 30 de novembro em Assis, no Teatro Lyrick. O cardeal Angelo Bagnasco, presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI), abrirá os trabalhos do encontro promovido pelo Projeto Cultural da CEI, pela Conferência Episcopal da Úmbria e pela Universidade Italiana para Estrangeiros, de Perugia.

Os participantes serão mais de 700, de acordo com o vice-presidente da conferência epicopal, dom Gualtiero Bassetti, incluindo os estudantes de colégios e universidades. Em entrevista concedida à Rádio Vaticano, o bispo declarou que "a conferência consistirá em dois dias de encontro internacional para discutir e refletir sobre dois temas de grande atualidade: a secularização e o novo humanismo, visando promover um diálogo entre os laicos e os católicos".

O objetivo do evento, completou Bassetti, é "a proposta de um novo humanismo, capaz de reivindicar que o homem volte para o centro da reflexão e da vida social". A conferência propõe ainda "fazer uma contribuição cultural" em preparação para o V Congresso Eclesial Nacional da Igreja na Itália, que será dedicado ao tema "Em Jesus Cristo, o novo humanismo" e está programado para novembro de 2015, em Florença.