Publicado Anuário Pontifício 2010

121 milhões de católicos a mais no mundo entre 2000 e 2008

| 1176 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 27 de abril de 2010 (ZENIT.org).- Está sendo apresentado nestes dias o Anuário Estatístico da Igreja, publicado pela Livraria Editora Vaticana, segundo recordou hoje a Sala de Imprensa da Santa Sé.

Entre os aspectos recolhidos nesta última edição, com dados de 2008, encontra-se um aumento no número de católicos no mundo, levemente superior ao do resto da população.

"O número de católicos batizados passou de 1 bilhão e 45 milhões no ano 2000 a 1 bilhão e 166 milhões em 2008, (...) com um crescimento em termos percentuais de 11,54, um pouco superior ao crescimento da população mundial, que é de 10,77", indica o comunicado.

O catolicismo cresce de maneira diferenciada nos diversos continentes. A África é o continente com maiores números, chegando a um incremento de 33,02% entre 2000 e 2008.

No extremo oposto, na Europa, manifesta-se uma situação de prática estabilidade (1,17%), enquanto na Ásia o número de católicos cresce 15,61%; na Oceania, 11,39%; e na América, 10,93%.

Com relação ao número de católicos comparado ao de habitantes, observa-se que na Ásia há 3 católicos por cada 100 habitantes, enquanto na América há 63.

O número de bispos passou de 4.541 em 2000 a 5.002 em 2008, com um aumento relativo superior a 10%.

Neste sentido, conseguiu-se uma "melhor e mais harmônica distribuição de bispos nas realidades continentais", assim como "um significativo equilíbrio quantitativo entre sacerdotes e bispos, com o passar do tempo", segundo a Santa Sé.

Por outro lado, o número de sacerdotes aumentou nos últimos 9 anos: de 405.178 em 2000 a 409.166 em 2008.

Segundo sua distribuição, 47,1% dos sacerdotes do mundo está na Europa; 30% na América; 13,2% na Ásia; 8,7% na África; e 1,2% na Oceania.

Da combinação de variáveis demográficas, observa-se o aumento do número de católicos por sacerdote: de 2.579 católicos por sacerdote em 2000 a 2.849 em 2008.

Os diáconos permanentes passaram de 28.000 a 37.000 (uma variação relativa de 33,7%).

Também aumenta o número de seminaristas: de 115.919 em 2007 a 117.024 em 2008. O aumento ocorreu na África (3,6%), Ásia (4,4%) e Oceania (6,5%), enquanto na Europa diminuíram os candidatos ao sacerdócio (menos 4,3%).

O novo número indica que as religiosas professas são hoje 739.067, enquanto em 2000 eram 801.185 (uma diminuição de 7,8% ).

O Anuário 2010 foi apresentado a Bento XVI o último dia 20 de fevereiro (cf. Zenit, 21 de fevereiro de 2010).