Publicado texto de estudo "Comunidade de comunidades: uma nova paróquia"

Coletiva de imprensa da CNBB marca encerramento do Conselho Episcopal Pastoral

Brasília, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 942 visitas

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil organizou na tarde de hoje, na sua sede em Brasília, uma coletiva de imprensa marcando o encerramento da reunião do Coselho Episcopal Pastoral (Consep), que esteve reunido do 14 ao 16 de maio.

Na mesa da Coletiva estava Dom José Belisário da Silva, presidente em exercício da CNBB e arcebispo de São Luis do Maranhão, juntamente com Dom Leonardo Steiner, Secretário Geral e Dom Sergio Arthur Braschi, vice-presidente da CNBB em exercício

Esta semana os bispos trataram da continuidade da reflexão do tema central da 51ª Assembleia Geral, “Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia”; análise de conjuntura; estudo do tema e escolha do cartaz e do hino da Campanha da Fraternidade 2014, que terá como tema o Tráfico Humano; os trabalhos da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo; e os últimos preparativos da JMJ Rio 2013.

Ao final da Coletiva Dom Leonardo entregou um exemplar do texto de estudo “Comunidade de comunidades: Uma nova paróquia” (Estudos CNBB 104, edições cnbb ) para cada jornalista presente. Esse texto está destinado as todas as Igrejas particulares, suas comunidades, pastorais e movimentos. Recolhe as reflexões e as proposições dos bispos durante a 51ª Assembleia da CNBB, realizada em Aparecida, de 10 a 19 de Abril de 2013. Foi aprovado como texto de estudo com a finalidade de que as Igrejas Particulares possam, ao longo de 2013, estudá-lo e oferecer, até o dia 15 de Outubro de 2013, as suas contribuições. Dessa forma se procurará enriquecer tal documento, também com a ajuda de especialistas, para ser submetido novamente à apreciação dos Bispos, na 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, a realizar-se de 30 de Abril a 09 de maio de 2014.

Um segundo tema tratado no Consep foi o da Campanha da Fraternidade de 2014, cujo tema será “A Fraternidade e o Tráfico humano”. Dom Belisário recordou que esse tema não se deve à recente novela que está passando numa grande emissora de Televisão brasileira, mas que a Igreja com muita antecedência já tinha escolhido tal tema e que há anos trabalha combatendo esse mal.

Com a ajuda do presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso, dom Francesco Biasin, também se refletiu na proposta de criar o Conarel (Conselho nacional das religiões do Brasil).  

Sobre a JMJ Rio 2013, Dom Belisário disse que a CNBB tem uma comissão nomeada pela presidência que trabalha junto com o COL e o Pontifício Conselho para os Leigos. Dom Leonardo é o presidente dessa comissão.

Tal comissão está preparando um álbum da peregrinação dos símbolos por todo o Brasil, que será presenteado pela CNBB ao Papa Francisco, disse Dom Leonardo durante a Coletiva. Interrogado por ZENIT se a cidade do Rio de Janeiro comportará receber milhões de peregrinos, Dom Leonardo disse que, apesar desse tema ser de responsabilidade do COL e das autoridades do Rio de Janeiro, confirmou que Rio está muito bem preparado para receber e acolher os milhões de peregrinos, e que a mesma arquidiocese do Rio de Janeiro, como as autoridades locais, trabalharam muito para assegurar que a Jornada seja um sucesso também logístico.

Por fim, ZENIT perguntou ao Secretário Geral da CNBB se a Conferência Episcopal propôs algum tema especial para que o Papa Francisco tratasse na sua viagem ao Brasil. Dom Leonardo disse que foi proposto ao Papa falar sobre os pobres, “uma questão muito ligada à nossa CNBB, como também ao mesmo Papa” e sobre a Juventude, além de outros temas que Dom Leonardo preferiu não comunicar.