Quase um décimo dos croatas vão ver o Papa

Pontífice convida a mostrar que é possível amar sem reservas

| 1110 visitas

ZAGREB, domingo, 5 de junho de 2011 (ZENIT.org) - Quase uma décima parte da população croata reuniu-se neste domingo na missa que Bento XVI presidiu ao culminar sua visita apostólica a este país europeu.

O Papa convidou, no dia em que se celebrava a festa das famílias na Croácia, a que os católicos não tenham medo de se comprometer com a vida no matrimônio. 400 mil pessoas reuniram-se para este evento, no hipódromo de Zagreb.

“Sede corajosas! – disse o Papa às famílias –. Não cedais à mentalidade secularizada que propõe a convivência como preparação ou mesmo substituição do matrimónio.” 

“Mostrai com o vosso testemunho de vida que é possível amar, como Cristo, sem reservas, que não é preciso ter medo de assumir um compromisso com outra pessoa.”

O Papa acrescentou ainda: “alegrai-vos com a paternidade e a maternidade! A abertura à vida é sinal de abertura ao futuro, de confiança no futuro, tal como o respeito da moral natural, antes que mortificar a pessoa, liberta-a”.

Tesouro da Igreja

Bento XVI explicou que “o bem da família é igualmente o bem da Igreja”, pois “a família cristã foi sempre a primeira via de transmissão da fé e ainda hoje conserva grandes possibilidades para a evangelização em muitos âmbitos”. 

De fato, chegou a afirmar que “a família cristã é um sinal especial da presença e do amor de Cristo e como está chamada a dar uma contribuição específica e insubstituível para a evangelização”.

Ao final da missa, ao rezar a oração mariana do Regina Coeli, o Papa convidou as famílias do mundo a participarem do VII Encontro Mundial das Famílias, que se celebrará em Milão, de 29 de maio a 3 de junho de 2012.