"Querido papa Francesco...": crianças da Ação Católica escrevem para o santo padre

Vaticano recebe encontro de meninas e meninos das dioceses da Itália, que participam da jornada de oração pela paz proposta pelo pontífice

Roma, (Zenit.org) Redacao | 675 visitas

Na manhã do último sábado, 7 de setembro, às 9h, os Jardins do Vaticano foram invadidos pelos meninos e meninas da ACR (Azione Cattolica dei Ragazzi), braço da Ação Católica italiana para os jovens. Eles se encontraram para a segunda jornada do seu evento-peregrinação "Eu creio em ti, tudo fala de ti!".

Muitos deles resolveram escrever breves mensagens para o papa Francisco, algumas das quais reproduzimos a seguir:

“Querido papa Francisco, estamos aqui para rezar pela paz junto com o senhor. Todos nós, membros da Ação Católica, amamos muito o senhor” (Arianna, 12 anos, Albenga).

“Querido papa, estou na sua casa para fazer festa com os meus amigos! É um dia muito bonito que eu tenho certeza que vou me lembrar para sempre” (Samuel, 9 anos, Bolonha).

“Olá, papa Francisco! Estou escrevendo para dizer que estou em Roma junto com muitas crianças da Ação Católica, que vieram da Itália toda. Na Praça de São Pedro, eu vi também a janela onde você aparece todos os domingos! Hoje estou nos Jardins Vaticanos, seria muito bonito se você pudesse vir também! Nós estamos esperando!” (Linda, 8 anos, Conversano).

“Queridíssimo papa, é muito bom vir até Roma para rezar, cantar e se divertir com tantos amigos novos” (Francesco, 9 anos, San Benedetto do Tronto).

“Querido papa Francisco, é muito divertido estar aqui e eu conheci pessoas novas. Também estou feliz, mesmo cansada, porque eu manifestei a minha fé!” (Elisa, 12 anos, Turim).

“Papa Francisco, ontem estive no túmulo de São Pedro rezando. Espero que a gente consiga a paz!” (Michela, 9 anos, Ozieri).

“Querido papa Francisco, é muito bonito encontrar tantos rostos, tantos jovens, tantas pessoas diferentes, mas com um único sentimento: o nosso sim a Jesus!” (Maria, 13 anos, Bari).

“Querido papa Francisco, eu me senti pequeno, mas também grande, por pertencer à grande família da Igreja. Como uma peça pequena de um grande quebra-cabeças, juntando cada peça com as outras até descobrir o esplendor do Criador!” (Giovanni, 12 anos, Caltagirone).

“Querido papa Francisco, este dia em Roma é um ponto de encontro para todos nós, mas é principalmente um jeito mais simples de chegar até Jesus e Deus” (Sara, 11 anos, Pordenone).