Rádio e a televisão são ferramentas importantes da nova evangelização

Saudação do cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado, aos peregrinos da rádio polonesa Maria

| 965 visitas

ROMA, quarta-feira, 07 de novembro de 2012(ZENIT.org) - Apresentamos as palvras do Cardeal Tarcisio Bertone, secretário de estado, durante a missa em São Pedro por ocasião da peregrinação a Roma da polonesa Rádio Maria.

Venerados irmãos no episcopado e no sacerdócio, queridos irmãos e irmãs!

No início desta solene celebração, eu gostaria de cumprimentar cordialmente todos vocês, aqui presentes, em especial os bispos, os superiores dos padres redentoristas e os promotores da família da Rádio Maria.

Vocês vieram em grande número, da Polônia e de outros países, respondendo ao chamamento do papa Bento XVI a fazer peregrinações especiais a Roma e à Terra Santa durante o Ano da Fé.

Estas peregrinações são uma expressão privilegiada da fé pessoal e comunitária, um testemunho do amor de Deus e do amor pelo próximo, um sinal de esperança de que a viagem da vida encontra a sua meta ao se deixar guiar pelas mãos misericordiosas do Pai Celestial.

Vocês vieram até o túmulo do Apóstolo Pedro; até as memórias de tantos santos de todos os tempos, entre eles o grande papa e beato João Paulo II, para aprender com eles a fé. A fé, de fato, além de ser conhecimento da verdade, é também, e acima de tudo, um encontro pessoal e vivo com Jesus Cristo, o Caminho, a Verdade e a Vida.

Em particular, queridos irmãos e irmãs, você querem hoje agradecer ao Senhor pelos 20 anos da Rádio Maria na Polônia e pedir a sua bênção para o futuro desta emissora e do canal televisivo TRWAM. Nosso Senhor sabe o bem que foi semeado no coração dos ouvintes através da oração comum, da proclamação do evangelho, da catequese, da informação sobre a vida da Igreja e da transmissão ao vivo das celebrações e das viagens papais. Eu os acompanho sinceramente nesta ação de graças!

No mundo contemporâneo, a rádio e a televisão se tornaram meios não apenas de informação, mas, cada vez mais, também de comunicação e de formação. Como tais, eles são ferramentas importantes da nova evangelização, isto é, do anúncio de Cristo feito de modo adequado à cultura, às necessidades e às sensibilidades das pessoas de hoje. Para que elas possam de fato cumprir essa missão, é necessário que todas as pessoas envolvidas, gerentes, redatores e os ouvintes em si, sejam inspiradas pelo Espírito Santo, sejam fiéis seguidores de Cristo, prontos para testemunhá-lo com amor na frente de todos, seja dos irmãos na fé, seja daqueles que não compartilham das mesmas crenças.

Por isso, durante esta santa missa, eu peço ao Senhor, por intercessão da Virgem Maria e do Apóstolo Pedro, que renove as suas bênçãos em abundância para a Família Rádio Maria, para que a rádio e a televisão que o grupo mantém sejam meios sempre mais eficazes de evangelização, para o bem da humanidade, do seu país e da Igreja universal.

(Trad.ZENIT)