Rádio Maria é inaugurada na Índia

Iniciativa foi possível graças à corrida de solidariedade mundial Mariatona

Roma, (Zenit.org) Daniele Trenca | 435 visitas

Foi cortada a fita de inauguração da nova sede da Rádio Maria na Índia. A bênção solene, na manhã do domingo 30 de junho, abriu a cerimônia realizada em Cochin, no estado de Kerala, com a presença de membros do governo da Índia e da Família Mundial da Rádio Maria, representada pelo pe. Francisco Palacios. O evento local ficou a cargo do pe. Raphael Kootumghal, diretor da nova estação de rádio indiana.

Também estiveram presentes várias autoridades ministeriais e cerca de uma centena de voluntários, padres, freiras e leigos. O bispo de Cochin, dom Joseph Kariyil, se disse confiante no potencial da estação católica de se tornar líder de um projeto ambicioso: levar a Boa Nova ao povo de um país em rápido crescimento, que tem a necessidade de conhecer a salvação e a misericórdia de Jesus, nosso Redentor.

A inauguração da Rádio Maria em Cochin é um dos onze projetos financiados pela “corrida de solidariedade Mariatona”, ou Mariathon, em inglês (www.mariathon.org), realizada globalmente de 10 a 12 de maio do ano passado.

A história da Rádio Maria na Índia começa com a inspiração de um sacerdote indiano (pe. Rafael), que, em missão no Equador, veio a conhecer e participar nos programas da emissora e percebeu o poder de conversão proporcionado por esse presente de Maria. Ao retornar à Índia, depois da experiência missionária recém-feita e de conversar com o bispo sobre a possibilidade de criar uma emissora missionária e evangelizadora, o pe. Raphael e entrou em contato com os escritórios da Família Mundial da Rádio Maria na Itália, a fim de organizar uma reunião na país asiático. Em outubro de 2008, com uma visita à diocese de Cochin, começaram os estudos de viabilidade que levaram ao nascimento, agora, da web-rádio Maria Índia, acessível em www.radiomaria.org.in.

"Temos a certeza e a confiança de que a nossa Mãe vai nos ajudar", afirmou o diretor, pe. Raphael. "Graças aos missionários que dedicaram a vida a espalhar a fé católica, a devoção à Santíssima Virgem Maria está profundamente enraizada entre as famílias católicas do nosso país. Um culto que está se espalhando até mesmo entre os hinduístas, muçulmanos e budistas. Ela não é vista como uma ameaça, mas como uma mãe que cuida, que ama os seus filhos, que intercede pelas pessoas. É por isso que Maria é chave na evangelização da Índia".