Redentoristas celebraram aniversário da congregação em Aparecida

| 581 visitas

APARECIDA, segunda-feira, 10 de novembro de 2008 (ZENIT.org).- Os redentoristas de todo o mundo celebraram nesse domingo o encerramento do Jubileu de 276 anos da Congregação do Santíssimo Redentor.

No Brasil a festa foi no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, com uma missa presidida pelo superior geral da Congregação, padre Joseph Tobin.

De acordo com a Sala de Imprensa do Santuário, participaram da celebração 115 padres e 22 irmãos vindos das 9 unidades redentoristas do Brasil, além de membros do governo geral que estavam em visitação à Província de São Paulo.

A Congregação do Santíssimo Redentor, fundada por Santo Afonso Maria de Ligório, na Itália, em 1732, está presente no Brasil há 114 anos.

O superior geral afirmou que foi «uma alegria extraordinária para os membros do Conselho Geral se unirem a tantos de nossos confrades e missionários leigos aqui no coração desse grande país, a Basílica de Nossa Senhora Aparecida».

«Para os Redentoristas, este santo lugar não é somente um símbolo cultural e lugar privilegiado para o apostolado. Ele também simboliza o nosso amor a Maria, a primeira discípula e missionária. É justo que, após 276 anos de vida, a nossa Congregação venha em romaria para renovar a sua consagração na presença da Mãe de Deus», afirmou o padre Joseph Tobin.

Durante a celebração, fotografias homenageavam padre Pelagio e padre Vítor Coelho, nomes importantes na história da Congregação no Brasil.

A primeira casa redentorista, chamada Casa Anastácio, também foi lembrada logo ao início da celebração como sinal do amor de Deus e da dedicação de Santo Afonso que permitiram que, do início frágil, a Congregação seja hoje presença viva no mundo em 79 países e com 5.400 membros professos.