"Redescobrir a beleza da fé cristã e a alegria do encontro pessoal com Senhor"

Divulgado o Instrumentum Laboris:documento de trabalho do próximo Sínodo dos Bispos

| 1637 visitas

Por Maria Emília Marega

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 19 de junho de 2012(ZENIT.org) – O Vaticano divulgou hoje o Instrumentum laboris, documento de trabalho do próximo Sínodo dos Bispos que irá acontecer entre 7 e 28 de outubro, dedicado ao tema: A nova evangelização para a transmissão da fé cristã.

A palavra sínodo tem sua origem no idioma grego - sýnodos - e quer dizer “caminhar juntos”. O Sínodo dos Bispos pode ser definido, em termos gerais, como uma assembléia consultiva de representantes dos episcopados católicos de todo o mundo que se reúnem com o propósito de “caminhar juntos”, seguindo um determinado plano.

“No tema sinodal concentram-se a preocupação pastoral sobre a transmissão da fé e a necessidade de uma reflexão acerca da nova evangelização que se impõe, embora de maneiras diferentes, em toda a Igreja”, explicou Mons.Nicola Eterovivc em março de 2011 durante a apresentação dos Lineamenta, que precedeu o Instrumentum Laboris.

Os Lineamenta  preparados pelo Conselho ordinário da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos — constituem uma etapa importante na preparação da assembleia. A sua finalidade é suscitar a nível da Igreja universal o debate sobre o argumento escolhido. Os frutos desta reflexão foram enviados à Secretaria Geral do Sínodo até o dia 1 de Novembro de 2011 e em seguida sintetizados no documento de trabalho da assembléia, o Instrumentum laboris.

No prefácio do Instrumentum Laboris, apresentado hoje, 19 de junho de 2012, Mons.Nicola Eterovivc escreve: “Deixando-se vivificar pelo Espírito Santo, os cristãos serão mais sensíveis a tantos irmãos e irmãs que, embora sendo batizados, se afastaram da Igreja e da prática cristã. A eles, de modo particular, se querem dirigir com a nova evangelização, para lhes fazer redescobrir a beleza da fé cristã e a alegria do encontro pessoal com Senhor Jesus, na Igreja, comunidade dos fiéis. Sobre tais temáticas se debruça o Instrumentum Laboris agora publicado".

O instrumento de trabalho recorda também que o Sínodo acontece no ano em que Bento XVI proclamou o Ano da Fé, a partir de 11 de outubro, “em memória do 50º aniversário da abertura do Concílio Ecuménico Vaticano II e do 20.º aniversário da publicação do Catecismo da Igreja Católica”.

“Os padres conciliares viram no horizonte a mudança cultural que hoje facilmente se constata. Precisamente esta mudança de situação, que criou uma condição inesperada para os crentes, exige uma particular atenção ao anúncio do Evangelho”, afirma o novo texto da Santa Sé.

Para ler o documento completo acesse:

http://www.vatican.va/roman_curia/synod/documents/rc_synod_doc_20120619_instrumentum-xiii_po.pdf