Refeitório popular em Cuba receberá nome de Lolo, jornalista beato

Iniciativa é promovida pela Ação Católica e pela associação “Amigos de Lolo”

| 869 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 23 de junho de 2010 (ZENIT.org) - Um refeitório para idosos em Cuba receberá o nome de Lolo - Manuel Lozano Garrido -, o jornalista de origem espanhola beatificado em 12 de junho.

O refeitório, situado na paróquia de Vista Hermosa, na arquidiocese de Camaguey, foi "adotado" pela Fundação Ação Católica, criada no seio do Estado Vaticano como fundação civil.

A Fundação "Ação Católica, escola de santidade" propõe que cada um dos processos de canonização de seus membros seja associado ao patrocínio de um refeitório para idosos em Cuba.

Cada refeitório receberia uma verba anual da instituição suficiente para alimentar entre 12 e 16 pessoas.

Na última reunião da Junta Diretiva da Associação Amigos de Lolo, celebrada em Linares, na Espanha em 17 de junho, "foi acordado adotar um destes refeitórios", informou a ZENIT o postulador da causa de canonização de Manuel Lozano, Pe. Rafael Higueras.

O Pe. Rafael, amigo íntimo de Lolo enquanto este ainda vivia e que o acompanhou até sua morte, lembrou a cerimônia de beatificação do jornalista e escritor, e disse estar seguro de que este "abençoará e intercederá junto a Deus com muita força o patrocínio deste refeitório que levará seu nome, como tantos outros refeitórios que levarão nomes de santos e beatos da Ação Católica por todo o mundo".

A Fundação "Ação Católica, escola de santidade" tem entre seus objetivos, promover as causas de canonização daqueles seus membros que, com sua vida e no espírito e místicas da associação, serviram de exemplo para todos.