Reflexão sobre pessoas com deficiência em vista das Olimpíadas de Londres

Igreja inglesa promove Conferência Internacional e Jornada Nacional

| 1035 visitas

LONDRES, segunda-feira, 16 de julho de 2012(ZENIT.org) – A poucas semanas da abertura das Olimpíadas (27 de julho- 12 de agosto) e dos jogos Paraolímpicos ( 29 de agosto- 9 de setembro) de Londres, a Igreja católica da Inglaterra e Galles dedicou durante estes dias uma Conferência Internacional (2 de julho) e uma Jornada Nacional (8 de julho) ao tema da pessoa com deficiência.

O obejtivo da Conferência, intitulada Everybody has a place (Todo mundo tem um lugar) e da Jornada Nacional, intitulada Now is the time to be fiends (Agora é o momento de ser amigo), foi de explorar e celebrar o ‘dom’ de cada pessoa, oferecendo reflexões sobre as pessoas com deficiência, o esporte e a teologia.

Cerca de 160 pessoas, dentre as quais vários deficientes físicos acompanhados pelas famílias, participaram da Conferência no centro de Londres, inaugurada pelo monsenhor Peter Smith, arcebispo de Southwark.

A Jornada Nacional foi acompanhada por várias organizações ativas na assistência de pessoas com deficiências.

Para Cristina Gangemi, consultora especialista em pessoas com deficiência para a Igreja católica da Inglaterra e Galles, trata-se de um evento “cristológico”. “Os jogos Paraolímpicos nos mostra aquilo que Cristo pede a todos nós”, quero dizer, “olhar para a pessoa independentemente de sua forma humana, em todas as suas potencialidades, e inserir essa pessoa em uma sociedade onde a deficiência desaparece”.

“As Paraolimpíadas , continuou Gangemi, colocam em ação a Teologia do Corpo escrita por João Paulo II, que era ele próprio um grande esportista. Estava sempre em forma, bem disciplinado, e permitiu ao Espírito de orientá-lo no esporte. Ele também mostrou, experimentando em primeira mão a deficiência, que existe uma continuidade entre saúde e doença, e que o corpo deve ser respeitado e honrado em todos os seus estados”.

A Conferência foi patrocinada pelos Cavaleiros de Colombo, que projetaram pela primeira vez o filme Healing Haiti`s Children, que mostra o valor terapêutico do esporte e do futebol de maneira especial, no processo de reinserção social da pessoa, de crianças e adultos vítimas do terremoto de janeiro de 2010 no Haiti.

(Tradução:MEM)