Respondam ao mal com o bem

O ataque do grupo Femen contra o arcebispo de Bruxelas

Roma, (Zenit.org) Elisabetta Pittino | 774 visitas

Elas invadem a sala com os seios à mostra, exibindo neles palavras obscenas e ofensivas em defesa do amor lésbico e gay. São intolerantes, violentas com as palavras e com as ações. Jogam em cima do bispo uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes e o molham com água benta, antes de serem paradas pela segurança.

Elas se denominam Femen e arremeteram contra o prelado por acusá-lo de ser “um dos pregadores da homofobia na Europa”. Tudo aconteceu no mesmo dia em que foi aprovada na França a lei de aprovação das uniões e adoções homossexuais.

O arcebispo Léonard dava uma palestra sobre a blasfêmia na Universidade Livre de Bruxelas quando foi interrompido e agredido pelo grupo de mulheres. Tudo foi gravado pela televisão belga.

O que surpreendeu a todos, porém, não foi a invasão repentina das feministas, mas a reação do bispo dom Léonard. Ele continuou sentado em silêncio, rezando, concentrado na oração, recebendo os insultos, a água, a violência e o ódio. Seu rosto estava sereno. Ele recolheu a estatueta de Nossa Senhora de Lourdes e a beijou.

O público em geral, inclusive os mais hostis a Léonard, ficou impressionado com a calma imperturbável do pastor, que despertou muitas reações de apreço e lembrou a todos um grande ensinamento do evangelho: "Não resistais ao mal, mas respondei ao mal com o bem".