Restabelecer o desejado clima de serenidade e confiança

Assessoria de comunicação do Vaticano comenta a agenda do papa no último sábado

| 954 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 25 de junho de 2012 (ZENIT.org) - O diretor da assessoria de imprensa do Vaticano, padre Federico Lombardi, SI, conversou com os jornalistas neste sábado, 23, sobre a agenda do papa Bento XVI para aquele dia.

“No contexto da situação criada depois da divulgação de documentos confidenciais, o Santo Padre aprofunda as suas reflexões em diálogo contínuo com as pessoas que compartilham com ele a responsabilidade de governar a Igreja.

Como se sabe, ele afirmou na semana passada que deseja informações mais amplas sobre o andamento das investigações, em reunião com a comissão de cardeais que foi composta para este fim e que é liderada pelo cardeal Julian Herranz.

Na manhã deste sábado, ele participou de uma reunião com os presidentes dos dicastérios, dedicada, como de costume, a determinar a boa coordenação do trabalho da cúria, que hoje é particularmente importante e urgente a fim de testemunhar com eficácia a união de espírito que a anima.

À tarde, o papa se reuniu com membros do colégio cardinalício, que, em virtude da sua longa experiência no serviço da Igreja, não só em Roma, mas internacionalmente, podem intercambiar importantes considerações e sugestões para ajudar a restaurar o desejado clima de serenidade e de confiança no serviço da Cúria Romana.

O Santo Padre, naturalmente, continuará durante os próximos dias as suas entrevistas e reflexões, aproveitando a vinda de muitos bispos a Roma por ocasião das festas dos santos Pedro e Paulo, oportunidade extraordinária para que a comunidade da Igreja se sinta em união com ele na oração, no serviço e no testemunho da fé para a humanidade do nosso tempo".

A agenda do papa no último sábado, 23, conteve as seguintes atividades:

Às 10 horas, na Sala Bolonha do Palácio Apostólico Vaticano, Bento XVI presidiu uma reunião com os presidentes de dicastérios da Cúria Romana.

Em seguida, participou e aprovou a eleição canônica feita pelo Sínodo dos Bispos da Igreja Greco-Melquita, que escolheu dom Jean-Abdo Arbach, BC, como novo arcebispo metropolitano de Homs, Hama e Yabroud, na Síria. O sínodo também recebeu a renúncia do prelado ao exarcado pastoral para os fiéis greco-melquitas residentes na Argentina.

Finalmente, o papa nomeou os membros do conselho de cardeais para o estudo dos problemas organizativos e econômicos da Santa Sé: cardeal Polycarp Pengo, arcebispo de Dar-es-Salaam; cardeal Telesphore Placidus Toppo, arcebispo de Ranchi; e John Tong Hon, bispo de Hong Kong.

(Trad.ZENIT)