Reunião do G8/G20 deve liderar a luta contra crise alimentar

Afirma Cáritas Internacional

| 1547 visitas

ROMA, sexta-feira, 25 de junho de 2010 (ZENIT.org) – Cáritas Internacional afirma que a reunião dos países do G8/G20 (25 a 27 de junho no Canadá) deverá oferecer uma nova liderança para enfrentar a crescente crise alimentar no mundo.

“Décadas de políticas econômicas e agrícolas desorientadas chegaram a ser algo muito difícil de suportar para os agricultores e pessoas de todo mundo. Registra-se um recorde de milhões de pessoas que sofrem atualmente de fome crônica. Uma em cada sete pessoas não tem comida necessária para uma vida básica”, afirma Cáritas Internacional em comunicado.

Segundo a organização, “os grupos G8 e G20 devem mudar as políticas de alimentação global, apoiando uma agricultura em pequena escala, sustentável, nos países em vias de desenvolvimento, em lugar da agricultura industrial”.

O diretor executivo de Desenvolvimento e Paz de Cáritas Canadá, Machael Casey, disse que “diante da fome em muitas partes do mundo, Cáritas acredita que as políticas agrícolas devam promover o pequeno agricultor e a produção de alimentos local”.

“Os países do G8 e G20 devem demonstrar a liderança necessária para mudar as desastrosas políticas alimentares do passado. Devem também assumir compromissos de ajuda. Necessitamos de mais ajuda, melhor empregada. Necessitamos também de ver uma ação efetiva a respeito da mudança climática”, acrescentou Casey.