Reunião entre a Igreja latino-americana e a Santa Sé: desafios conjuntos

A Pontifícia Comissão para a América Latina organiza no México um encontro-peregrinação mariano

Lima, (Zenit.org) Jose Antonio Varela Vidal | 451 visitas

Avançam os preparativos para o encontro “Nossa Senhora de Guadalupe, estrela da nova evangelização no continente americano”, que acontecerá juntamente com uma grande peregrinação mariana ao Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, na Cidade do México, de 16 a 19 de novembro próximo.

O evento, que faz parte do encerramento do Ano da Fé, está sendo organizado pela Pontifícia Comissão para a América Latina (CAL), com a colaboração da Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe, dos Cavaleiros de Colombo e do Instituto Superior de Estudos Guadalupanos.

Já são cerca de oitenta os cardeais e bispos inscritos, procedentes de quase todos os países do continente americano, além de numerosos sacerdotes, religiosos e leigos de várias áreas geográficas, representando as tão diversificadas experiências evangelizadoras das Américas.

Um trabalho contínuo

De acordo com os organizadores, o evento reunirá cerca de trezentos e cinquenta participantes entre cardeais, bispos, sacerdotes, religiosas e religiosos, membros de movimentos eclesiais e leigos provenientes da América do Norte, Central e do Sul, com o objetivo de "dialogar sobre os desafios da nova evangelização para esses países e intercambiar experiências de mútuo enriquecimento".

A convocatória para o congresso se contextualiza entre as iniciativas promovidas pela CAL há vários anos em prol da nova evangelização na América. Primeiro, com a grande celebração eucarística de comemoração da independência dos países latino-americanos, presidida pelo papa Bento XVI em São Pedro em 12 de dezembro de 2010, solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe.

Depois, com o congresso Ecclesia in America, realizado na Cidade do Vaticano em dezembro de 2012, organizado em parceria com os Cavaleiros de Colombo e com o Instituto Superior de Estudos Guadalupanos, que contou com a participação de grande número de cardeais, bispos e fiéis comprometidos de todos os países americanos. A iniciativa para o próximo mês de novembro nasceu dos mesmos participantes do encontro anterior, que manifestaram o desejo de prosseguir no caminho da colaboração para a nova evangelização, sob a guia da Mãe de todos os povos americanos.

Aos pés de Maria

Para o encontro no México, os organizadores se empenham na conquista de objetivos determinados. Um deles é "envolver cada vez mais todas as Igrejas das Américas no dinamismo de uma 'missão continental'", assim como iluminar a missão continental à luz do pontificado do papa Francisco, com os conteúdos do magistério pontifício apresentados durante o Ano da Fé, em especial pela encíclica Lumen fidei.

Será igualmente importante "predispor as Igrejas do continente americano a receber os ensinamentos e as propostas da exortação apostólica pós-sinodal sobre a nova evangelização para a transmissão da fé, a fim de aplicar um novo ardor, novos métodos e novas expressões à nova evangelização do continente americano", diz o comunicado.

Deve-se acrescentar ainda "o intercâmbio de experiências e de reflexões a respeito da missão continental, em espírito de comunhão e colaboração, o que se deseja estender também à Igreja nas Filipinas" para projetar um compromisso conjunto da missão “ad gentes”, especialmente voltada ao Extremo Oriente Asiático.

Em comunhão com Pedro

O congresso será aberto com as palavras do presidente da CAL, cardeal Marc Ouellet, e apresentará também uma mensagem do Santo Padre, que já manifestou grande apoio à iniciativa.

Para atingir os objetivos do encontro, haverá trabalhos de grupo para tratar dos temas "mais urgentes e decisivos para o futuro da evangelização na Igreja das Américas".

Cada grupo, que varia de acordo com a origem dos participantes, será presidido por um cardeal ou bispo e terá um expositor que introduzirá a reflexão, abrindo espaço, logo em seguida, para o diálogo e intercâmbio de experiências.

Uma forte espiritualidade

O “coração” de todas as atividades serão os momentos de oração, especialmente as celebrações eucarísticas. A CAL informa que o dia 18 de novembro terminará com uma vigília mariana em honra de Nossa Senhora de Guadalupe.

Durante o evento, milhares de pessoas participarão do “terço guadalupano” e do “terço continental”, rezados pelas intenções do papa Francisco. Com esses rosários, será inaugurada a “Praça Mariana” da Basílica-Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe.

Pela data de realização, a peregrinação-encontro será o último grande evento organizado pela CAL durante o Ano da Fé.