Roma chama, Wadowice responde

Mais de 100 peregrinos presentes ontem na Praça de São Pedro eram da cidade onde nasceu Karol Wojtyla

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) Federico Cenci | 226 visitas

Andar pelo centro de Roma nos últimos dias foi mais lento do que de costume. Um verdadeiro turbilhão de peregrinos tomou as ruas festivamente. As cores que mais se destacavam no meio da multidão eram o branco e o vermelho da bandeira polonesa, um sinal claro do grande número de concidadãos de João Paulo II que foram até Roma por causa da canonização.

Só da Polônia partiram mais de 1.700 ônibus, 5 trens e 58 voos charter para a Cidade Eterna. Ainda havia os peregrinos poloneses residentes na Itália e em outros países.

Abundante a representação da cidade de Wadowice, com menos de 20 mil habitantes, situada no sul da Polônia. Pelo menos uma centena de peregrinos era daquela cidade, que, em 18 de maio de 1920, foi berço de Karol Wojtyla.

Os conterrâneos do papa ficaram hospedados em Carpineto Romano, uma pequena cidade entre Roma e Frosinone, terra de outro pontífice, Leão XIII. Em 8 de abril de 2005, por ocasião do funeral de João Paulo II, outra centena deles participaram da cerimônia carregando um frasco com a terra de Wadowice.